Obrigações Estas OTRV não são para investimentos pequenos
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Estas OTRV não são para investimentos pequenos

A taxa oferecida na nova Obrigação do Tesouro de Rendimento Variável baixou. Em alguns casos, mesmo com um investimento de 5.000 euros, os aforradores arriscam perder dinheiro devido aos gastos em comissões e impostos.
A carregar o vídeo ...
Rui Barroso 18 de julho de 2017 às 07:00

São uma das armas do Tesouro para captar investimento dos investidores de retalho. Mas as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) não são o produto mais indicado para investimentos de pequena dimensã

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 4 semanas

Em Portugal investir é comprar títulos de dívida pública aos balcões dos CTT, muitas vezes com dinheiro que chegou ao "investidor" directamente das últimas emissões de dívida pública da República. Siga a festa.

comentários mais recentes
Retirai o dinheiros dos certificados! Gozai a vida Há 4 semanas

O Estado que se vá financiar ao caaralho, ou ao estrangeiro, nunca mais empresto dinheiro ao Estado porque trata mal os aforristas, se houver hair cut na divida (cenário muito provável) lá vão os os certificados de tesouro e aforro e as OTRV para o maneta!

CTPM são melhor opção, menos para os bancos... Há 4 semanas

Pelo menos enquanto o Estado não reduzir os juros pagos, o que deve estar a acontecer. Não tem qualquer comissão paga pelo aforrador.

Anónimo Há 4 semanas

Em Portugal investir é comprar títulos de dívida pública aos balcões dos CTT, muitas vezes com dinheiro que chegou ao "investidor" directamente das últimas emissões de dívida pública da República. Siga a festa.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub