Câmbios Euro com disparo-surpresa na sessão asiática

Euro com disparo-surpresa na sessão asiática

Os analistas atribuem o comportamento à baixa liquidez nos mercados nesta altura do ano, associado ao desencadear de ordens de paragem garantida.
Euro com disparo-surpresa na sessão asiática
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 30 de Dezembro de 2016 às 10:17

O valor da moeda única subiu esta madrugada 1,55% no espaço de um minuto em relação ao dólar, num movimento com origem em ordens informáticas e que apanhou de surpresa os analistas.


De acordo com a Bloomberg, as ordens com base em algoritmos começaram a acumular-se quando o valor estava próximo dos 1,05 dólares, levando a que a pouca liquidez existente nesta altura de fim de ano se evaporasse. Pouco depois, o euro já valia 1,0653, um máximo intradiário, comportamento que levou a que alguns investidores tivessem de suportar perdas.

Euro registou maior apreciação intradiária desde as eleições nos EUA
Euro registou maior apreciação intradiária desde as eleições nos EUA


Esta apreciação súbita – a maior valorização intradiária desde 9 de Novembro, na sessão seguinte às eleições nos EUA - ocorre perante a especulação de que a divisa norte-americana continue a ganhar terreno em relação à moeda única, impulsionada pelas promessas económicas eleitorais do presidente eleito Donald Trump.


De acordo com os economistas sondados pelo Financial Times, a moeda única vai a caminho de atingir a paridade com o dólar pela primeira vez em mais de 14 anos, um movimento que pode ajudar as economias da Zona Euro a melhorar a competitividade das suas exportações.


"Os mercados estão extremamente secos e talvez tenha ocorrido uma inversão de posições", afirmou à Bloomberg o analista Shigeki Yoshitoshi, do Australia & New Zealand Bank Group. "Podem ser ordens de paragem garantida aplicadas num momento de baixa liquidez. (…) Mas ainda assim é um grande movimento", acrescenta Simon Pianfetti, do SMBC Trust Bank.


Além do euro, também o franco suíço disparou em relação ao dólar (1,6%), enquanto o iene subiu 0,4%.


Os ganhos da moeda única foram entretanto atenuados, com o euro a apreciar pela segunda sessão e em máximos de duas semanas em relação à nota verde, a valer 1,0581 dólares (mais 0,87%).




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub