Mercados num minuto Fecho dos mercados: Tensão na Coreia pressiona bolsas e puxa pelo ouro e franco suíço

Fecho dos mercados: Tensão na Coreia pressiona bolsas e puxa pelo ouro e franco suíço

As ameaças cada vez mais duras entre os EUA e a Coreia do Norte levaram os investidores a procurar activos-refúgio como o ouro, a dívida alemã e os francos suíços.
Fecho dos mercados: Tensão na Coreia pressiona bolsas e puxa pelo ouro e franco suíço
Reuters
Rui Barroso 09 de agosto de 2017 às 17:33

Os mercados em números

PSI-20 desceu 0,47% para 5.252,32 pontos

Stoxx 600 perdeu 0,73% para 379,84 pontos

S&P 500 desce 0,17% para 2.102,44 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal recuou dois pontos base para 2,842%

Euro desce 0,10% para 1,1741 dólares

Petróleo sobe 0,29% para 52,29 dólares por barril, em Londres

Bolsas tremem com escalada da tensão entre EUA e Coreia do Norte

As bolsas europeias desceram, com os investidores a adoptarem uma abordagem mais defensiva após a escalada das ameaças entre os EUA e a Coreia do Norte. Trump avisou Pyongyang de que iria enfrentar "fúria e fogo" em caso de agressão. A Coreia do Norte ripostou com uma ameaça de um ataque a Guam, onde estão bases militares norte-americanas.

O Stoxx 600 desceu 0,73%, com 18 dos 19 sectores a terminarem a sessão no vermelho. A excepção foi o índice das "utilities", que subiu 0,11%. Os bancos, as seguradoras e as cotadas do sector químico tiveram os piores desempenhos, com os respectivos índices a descerem mais de 1%.

Nos EUA, a sessão também é de descidas, mas de menor dimensão. O S&P 500 segue a desvalorizar 0,17% para 2.102,44 pontos. A bolsa portuguesa também não resistiu à tendência de descidas. Apesar da EDP e da Renováveis terem subido mais de 0,3%, as quedas de 2,33% da Sonae e de 1,68% do BCP penalizaram o índice nacional, que perdeu 0,47%. 

Juros da dívida em mínimos de um ano

As taxas das obrigações portuguesas desceram pela terceira sessão. A "yield" a dez anos baixou esta quarta-feira dois pontos base para 2,842% e tocou, durante a sessão, no valor mais baixo desde Agosto do ano passado. No entanto, o prémio de risco face à dívida alemã subiu para 241 pontos base. A "yield" germânica baixou 4,6 pontos base para 0,428%, reflectindo a procura dos investidores por activos defensivos.

Euribor a nove meses com novo mínimo

A Euribor a nove meses desceu 0,1 pontos base para -0,221%, um novo mínimo histórico. Nos prazos a seis e a 12 meses também houve descidas de 0,1 pontos base para -0,271% e -0,153%, respectivamente. Já a Euribor a três manteve-se em -0,328%.

Busca por refúgio dá ganhos ao franco suíço

As tensões em relação às ameaças entre Coreia do Norte e os EUA também se reflectiram no mercado cambial. As divisas vistas como mais seguras pelos investidores lideraram os ganhos, com especial destaque para o franco suíço. A moeda helvética subiu 1% em relação à moeda única. Cada euro vale 1,13345 francos suíços.

Petróleo com ganhos ligeiros após dados das reservas

O petróleo reagiu com ganhos ligeiros aos dados das reservas petrolíferas nos EUA. O Brent valoriza 0,29% para 52,29 dólares. Já o West Texas Intermediate sobe 0,06% para 49,20 dólares. As reservas de petróleo nos EUA desceram em 6,45 milhões de barris na semana passada. Mas a subida dos inventários de gasolina travou uma subida de maior dimensão dos preços.

Ouro em máximos de oito semanas

A retórica cada vez mais dura entre os EUA e a Coreia do Norte levaram a subidas do ouro e da prata, activos que são vistos pelos investidores como refúgio. O preço da onça de "troy" sobe 0,94% para 1.272,86 dólares, tendo tocado em máximo de oito semanas. Já a prata valoriza 2,57% para 16,88 dólares.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Menoli 09.08.2017

Euro desce 0,10% para 1,741 dólares
Ó sr. Rui Barroso, cada € vala quase 2 dólares? ESPECTACULAR. E desce hoje. Vou já vender o meu pé de meia de dólares que tenho debaixo do colchão. Vou ficar rico. Quase o dobro do valor a que comprei.

Re: o SANTANDER tem 30 mil milhões FRESQUINHOS 09.08.2017

Mais patético seria impossível... enfim...

o SANTANDER tem 30 mil milhões FRESQUINHOS 09.08.2017




O SANTANDER está pronto PARA ENGOLIR o NOSSO QUERIDO BCP FICA tudo nos ESPANHOIS mas que se LIXE nós os pequenos ACIONISTAS vamos ficar a NADAR em $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

pub