Crédito Filipe Garcia: "Maior parte do ajustamento está feito"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Filipe Garcia: "Maior parte do ajustamento está feito"

Filipe Garcia, economista da IMF, defende que a queda do "spread" nas PME se deve à evolução do risco-país.
Filipe Garcia: "Maior  parte do ajustamento está feito"
Raquel Godinho 14 de fevereiro de 2018 às 07:15

O diferencial de juros das PME face às pares europeias é o mais baixo de sempre. O que justifica esta evolução?
Esta evolução tem muito a ver com a evolução do risco-paí)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub