Bolsa Forte queda dos direitos pressiona acções do BCP

Forte queda dos direitos pressiona acções do BCP

Depois de dois dias de fortes ganhos, os direitos do BCP fecharam em queda acentuada, o que pressionou a cotação das acções.
Forte queda dos direitos pressiona acções do BCP
Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Carregueiro 24 de janeiro de 2017 às 17:03

A negociação em bolsa dos direitos de subscrição do aumento de capital continua a ser marcada pela forte volatilidade, o que tem condicionado a evolução das acções.

 

Hoje voltou a ser esta a tendência, com os direitos a fecharem com uma queda de 9,09% para 80 cêntimos, numa sessão em que oscilarem entre 76 cêntimos e 86,3 cêntimos, aliviando de dois dias de fortes ganhos.

 

As acções foram pressionadas pela evolução dos direitos, fechando a sessão a cair 3,83% para 15,08 cêntimos.

 

No caso das acções foi a segunda sessão consecutiva de perdas, mas os títulos continuam "caros" face aos direitos, uma tendência que se verificou sempre que as acções e os direitos negociaram em simultâneo em bolsa.

 

À cotação actual das acções (15,08 cêntimos) corresponde um valor teórico dos direitos de 85,2 cêntimos. Já à cotação dos direitos (80 cêntimos), corresponde um valor teórico das acções de 14,73 cêntimos.

 

No que diz respeito à liquidez, foram transaccionados 23,4 milhões de direitos e 19,3 milhões de acções, mantendo-se a negociação bem mais elevada nos títulos que permitem subscrever as novas acções no aumento de capital.

 

Os direitos negoceiam em bolsa até à próxima segunda-feira, 30 de Janeiro, terminando a 2 de Fevereiro (quinta-feira) o período de exercício.

 

No âmbito do aumento de capital de 1.332 milhões de euros, cada direito permite a compra de 15 acções, mediante o pagamento de 9,4 cêntimos por cada uma. 

 




A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado snpj 24.01.2017

Pegando no final do comentário do Sousa, lanço um repto.... Ainda faltam 4 dias de negociação de direitos.... NAO vendam abaixo de 1€ !!

comentários mais recentes
Anónimo 25.01.2017

Abaixo de 1,2 não vendo......reforço e vou ao aumento de capital.

Anónimo 25.01.2017

Criador de Touros não vai abandonar o barco agora ? Os seus comentários são preciosos. Veja os como uma boa ação para os que nada pescam disto. Sempre ajuda!

snpj 24.01.2017

Pegando no final do comentário do Sousa, lanço um repto.... Ainda faltam 4 dias de negociação de direitos.... NAO vendam abaixo de 1€ !!

Sousa 24.01.2017

A Fosun de certeza que ainda não tem todos os direitos que precisa, porque mesmo somando as ações já negociadas aos direitos, tal não é suficiente para passar de 16,67% para 30%. Isto mesmo que tenha sido a Fosun a comprar tudo, que não foi. O problema não é a Fosun, é quem lhe vende barato.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub