Bolsa Forte subida do BCP garante ganhos do PSI-20

Forte subida do BCP garante ganhos do PSI-20

A bolsa nacional fechou a última sessão da semana em terreno positivo, sustentada pela subida de 10% do BCP. Na Europa, a maioria dos índices também segue com sinal verde.
Forte subida do BCP garante ganhos do PSI-20
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 20 de janeiro de 2017 às 16:44

A bolsa nacional encerrou em alta esta sexta-feira, 20 de Janeiro, com o PSI-20 a ganhar 0,46% para 4.601,65 pontos. O BCP foi a cotada que mais impulsionou o índice nacional, numa sessão em que nove empresas fecharam em alta, nove em queda e duas inalteradas.

 

Na Europa, a maioria dos índices segue em terreno positivo, numa altura em que o mercado aguarda pelo discurso do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na cerimónia da tomada de posse, para obter mais indicações sobre as políticas que serão seguidas pelo novo líder da Casa Branca. As únicas excepções aos ganhos são a bolsa de Atenas e o londrino Footsie.

 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600 desce, no entanto, 0,01% para 362,80 pontos com a descida das empresas do sector do retalho a ser compensada pela subida do sector da construção e da energia.

 

Por cá, as acções do BCP dispararam 10,37% para 15,75 cêntimos, num dia em que os direitos subiram 28,13% para 82 cêntimos. Uma evolução que aconteceu depois de a CMVM ter proibido a venda a descoberto das acções na sessão desta sexta-feira, reagindo ao facto de os títulos terem recuado mais de 10% na sessão de ontem.

Ainda na banca, o BPI subiu 0,09% para 1,132 euros e o fundo do Montepio encerrou inalterado em 41,2 cêntimos. 

A contribuir para a tendência positiva do principal índice nacional estiveram ainda a Jerónimo Martins, com uma valorização de 0,47% para 15,92 euros, e a Altri, com um avanço de 2,24% para 4,107 euros, o valor mais alto desde Janeiro de 2016.

Na energia, a EDP desceu 0,71% para 2,78 euros, a EDP Renováveis recuou 0,36% para 5,759 euros e a Galp Energia recuou 0,32% para 15,025 euros, contrariando o comportamento do petróleo nos mercados internacionais, que valoriza mais de 2% tanto em Londres como em Nova Iorque. 

Além das empresas da energia, também a Sonae e a Nos estiveram a travar maiores subidas da bolsa nacional. A retalhista liderada por Paulo Azevedo caiu 2,17% para 85,6 cêntimos e a Nos desceu 0,87% para 5,214 euros. 

(Notícia actualizada às 16:54)


A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 22.01.2017

Sonae subiu dois dias seguidos ? Bem me parecia que era engano ! Afinal a manipulação negativa sempre continua ! É quase certo que o eng Belmiro não sabe (está c mta idade), pois ele nunca permitiu esta pouca vergonha !

Criador de Touros 21.01.2017

O Jornal Económico, que, relembro, deu a primeira notícia do AC/BCP 2017, dá aproximação do BCP a Américo Amorim e que a Sonangol se manterá em jogo neste AC/BCP. Já no Caldeirão da Bolsa/BCP alguém tinha referido esta possibilidade há uns tempos. Se Amorim entrar será muito bom para este novo BCP. Quanto à Sonangol, à partida exercerá os seus direitos neste AC. Mais que isso, veremos se as palancas têm dinheiro para aumentar a posição agora.Comparando com o AC 2012 e AC 2014, este AC será muito mais interessante e com efeitos refundadores. Sobretudo se houver sinergias com a economia chinesa, como a Fosun pretende e o Sol noticiou há dias.

Altri 21.01.2017

A minha Altri, a minha estrelinha, a minha bala de ouro, 4,90 até ao Verão!

Anónimo 20.01.2017

AUMENTO DE CAPITAL PARA BREVE, , VAMOS LA POR PARTES, ISTO DEVE ESTAR TUDO MALUCO ACHAM QUE 1.300 MILHOES DAO PARA ALGUMA COISA, SO 700 MILHOES E PARA O ESTADO. FUNDO DE RESULOCAO QUANTO E, TEMOS NOVO A,C LA PARA O ANO

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub