Mercados Fortuna de Bezos é maior do que a de Bill Gates alguma vez foi

Fortuna de Bezos é maior do que a de Bill Gates alguma vez foi

A fortuna do fundador da Amazon está avaliada em 105,1 mil milhões de dólares, um valor superior ao máximo alcançado pelo presidente não-executivo da Microsoft em 1999.
Fortuna de Bezos é maior do que a de Bill Gates alguma vez foi
Negócios com Bloomberg 09 de janeiro de 2018 às 09:51

Graças à subida das acções da Amazon - a empresa que fundou e que lidera - Jeff Bezos (na foto) é agora mais rico do que Bill Gates alguma vez foi.

Na segunda-feira, a fortuna de Bezos atingiu uma avaliação de 105,1 mil milhões de dólares (cerca de 87,6 mil milhões de euros), de acordo com o índice de bilionários da Bloomberg, depois de as acções da gigante do comércio electrónico terem atingido um máximo histórico, fechando a sessão a valerem 1.246,87 dólares.

Os títulos da Amazon já ganham 6,62% desde o início do ano, a beneficiar de um relatório que mostra que a companhia capturou 89% dos gastos online entre as principais retalhistas no período de cinco semanas que começou depois do dia de Acção de Graças, nos Estados Unidos.

Esta valorização – que catapultou a capitalização bolsista da Amazon para 600,8 mil milhões de dólares – levou a fortuna de Bezos a superar o máximo atingido por Bill Gates em 1999.

Bezos já havia ultrapassado o fundador da Microsoft, em Outubro, quando a sua fortuna atingiu 93,8 mil milhões de dólares. Um mês depois, ultrapassou a barreira dos 100 mil milhões, quando arrancou a época de compra com a Black Friday.

Segundo a Bloomberg, Bill Gates teria uma fortuna de mais de 150 mil milhões de dólares, se não tivesse doado activos, na maioria à Bill & Melinda Gates Foundation. O empresário deu quase 700 milhões de acções da Microsoft e 2,9 mil milhões de dólares em dinheiro e outros activos desde 1996.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Dono dos Burros 27.01.2018

Ser bicha é rentável. É por isso que debaixo de cada pedra há montes deles a germinarem.

Anónimo 20.01.2018

A fortuna de Bill Gates é mais tecnológica cria riqueza, a do Bezos é de serviços não acrescenta nada, é mais um "parasita" que só encarece o produto no entanto cria emprego como o Bill, tudo depende cor do prisma com que são vistos.
É pena que ambos não sejam portugueses.

Anónimo 15.01.2018

Johnny estamos deveras interessados nas tuas escolhas. Lembra-te que esse animal e outros iguais são os que criam empregos e riqueza para pagarem impostos e sustentarem os que nada fazem e que os da tua laia perseguem. Acarinha-os, pk sem eles não há empregos, não há impostos

Ciifrão 10.01.2018

Lamentavelmente os comerciantes é que tiram benefício da inovação, sendo que o Bill Gates também é um comerciante, ainda que se pense o contrário.
Existem no entanto comerciantes que são ao mesmo tempo génios da inovação, tenho como exemplo o dono da Zara, numa região periférica de um país periférico montou o maior império de têxtil do mundo. Se vivesse na América teria sido mais fácil.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub