Fundos de investimento Fundos dos EUA e Canadá lideram aposta na bolsa
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Fundos dos EUA e Canadá lideram aposta na bolsa

As gestoras norte-americanas destacam-se com as participações mais valiosas na bolsa portuguesa. Capital Group, BlackRock ou a canadiana Sun Life Financial estão entre as entidades que mais têm investido nas cotadas portuguesas.
Fundos dos EUA e Canadá lideram aposta na bolsa
Bruno Simão/Negócios
Patrícia Abreu 27 de agosto de 2017 às 23:30

As gestoras norte-americanas estão cada vez mais activas na bolsa portuguesa. A Capital Group e a BlackRock são as entidades com as participações mais valiosas na praça financeira lisboeta, mas há cada vez

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Prá frente e agarrem a Oportunidade! Há 3 semanas

É tempo de oportunidade para as grandes gestoras de ativos portuguesas, nomeadamente as do principal grupo (CGD), lançarem ETFs que estimulassem o investimento passivo (ou também ativo) na Bolsa Portuguesa.Isto em ordem a facilitarem o investimento estrangeiro e apoiarem o desenvolvimento econômico do País.Também seria uma boa altura para enriquecerem e melhorarem as suas gamas de oferta de produtos de Bolsa não só no seu interesse próprio (enfrentarem o “tsunami” da concorrência estrangeira que aí vem com o MIFID II e a severidade draconiana da nova legislação que está na forja na AR) mas principalmente para darem oportunidade: aos investidores portugueses, de um reforçado acesso a produtos nacionais de qualidade internacional; aos aforradores, uma alternativa à pobreza Franciscana das atuais remunerações dos Depósitos.Aqui está um domínio em que uma CMVM dinâmica, com uma Vice-Presidente que veio dos fundos de investimentos da CGD, poderia assumir, pela positiva, relevante papel.

comentários mais recentes
Atrair os estrangeiros e apoiar os nacionais Há 3 semanas

Segundo fonte dentro do processo, a razão para nomear uma das Vice-Presidentes foi a de repercutir na CMVM uma visão do Mercado.Parece agora ser altura para que a CMVM se sintonize com as realidades do Mercado intervindo energicamente não só no sentido negativo de disciplinar os adeptos de “espertezas saloias”(fazendo com que a Lei seja aplicada atempadamente, sem esperas de várias anos) como também no sentido positivo de incentivar o progresso, incentivando a criação de novos produtos proporcionando rendibilidades estimulantes ao aforro, caracterizando-se pela transparência na divulgação dos riscos, e cobrando comissões em proporção com os custos de produção. É tal um estimulante desafio para a CMVM e para quem a dirige, e deseja-se que a razão de fundo evocada na nomeação supracitada, se concretize em pleno - não só para atrair a vinda de mais e melhores investidores estrangeiros, mas também e principalmente para apoiar e servir mais os aforradores/investidores Portugueses.

Anónimo Há 3 semanas

Desde o inicio do ano a EDP subiu 8% e a Iberdrola, que é quatro vezes maior, quase 20%! E sem borlas nas rendas. Estes trutas dos fundos amercianos devem erguer uma estatua ao DDT Mexia.

Anónimo Há 3 semanas

Desde que a Helena Garrido foi removida o Negocios passou a ser um camião de fretes. Já analisaram o desempenho da EDP comparado com PSI20 e congeneres europeias? Das piores. Mesmo com rendas excessivas. Porque será? EDP é um exemplo de má gestão. Só lobby e favores.

k Há 3 semanas

a shortar é o que estes abutres dos fundos sabem fazer muito bem e continuarem a arruinar os pequenos investidores que infelizmente não têm quem os defenda em nada...a bolsa portuguesa com a entrada de estrangeiros em todas as empresas cotadas fazem com toda a facilidade vítimas os pequenos acionist

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub