Bolsa Galp e Pharol dão terceira sessão de ganhos ao PSI-20

Galp e Pharol dão terceira sessão de ganhos ao PSI-20

A bolsa de Lisboa arrancou a semana com sinal mais impulsionada sobretudo pelas acções da Galp Energia e da Pharol. Entre as restantes praças europeias, a tónica é também de ganhos.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 13 de fevereiro de 2017 às 08:13

A bolsa nacional arrancou a semana no verde acompanhando o sentimento das principais praças europeias. O PSI-20 abriu a subir 0,18% para 4.612,48 pontos, com nove cotadas em alta, cinco em queda e três inalteradas.

O comportamento das bolsas na Europa está em linha com o registado na Ásia, isto numa altura em que os investidores aguardam por dados relativos aos preços para os consumidores nos Estados Unidos e à intervenção de vários membros da Reserva Federal (Fed). No comunicado da reunião de 1 de Fevereiro foram dadas poucas indicações sobre qual o ritmo que será adoptado na normalização das taxas de juro. Janet Yellen, líder da Fed, discursa amanhã perante o Senado e os investidores vão tentar encontrar mais pistas.


Por cá, destaque para as acções da Galp Energia e da Pharol.


A petrolífera avança 0,61% para 13,93 euros, isto numa altura em que os preços do petróleo negoceiam sem uma tendência definida nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal, soma 0,07% para 56,74 dólares por barril.

Ainda no sector energético, a EDP ganha 0,18% para 2,792 euros e a EDP Renováveis cresce 0,13% para 6,13 euros. Por outro lado, a REN desce 0,31% para 2,60 euros.

A Pharol mantém a toada de ganhos. No arranque da sessão em Lisboa a empresa liderada por Palha da Silva valorizava 1,83% pata 44,4 cêntimos. O principal activo desta empresa é a participação de 27% na Oi, que continua a ser notícia. Na sexta-feira, a Reuters noticiou que o fundo Cerberus estaria a preparar uma proposta de recuperação para apresentar no âmbito do processo em que a operadora brasileira está envolvida. Isto depois de um Tribunal holandês ter recusado a conversão de um processo de protecção contra credores em acção de falência, o que já motivou recurso por parte de um grupo de credores.

A Nos soma 0,53% para 5,278 euros.

Na banca, o BCP aprecia 0,07% para 14,73 cêntimos. E o Montepio abriu inalterado nos 41,2 cêntimos.

(Notícia actualizada às 08:18)




A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.02.2017

Sonae ??? Que pariu ! Só para quem quiser perder dinheiro ! Todas sobem e sonae ou fica parada ou desce !

Navigator 13.02.2017

Anda aqui um doente mental que tem Navigator, e enche aqui as paginas para comprarem
Esse senhor e maluco e devia estar num hospício.
Vem como anónimo, ECONOMISTA, Manuel dos Santos, INVESTIDOR. e outros Nikes.
Já não basta estar a levar na ripa com a Navigator, e ainda coitado tenta influenciar

Anónimo 13.02.2017

A SONAE SGPS irá ser uma agradável surpresa!Estou confiante que perante estes investimentos que já estão a produzir os seus efeitos irão a aparecer bons resultados!

Anónimo 13.02.2017

Mais um afundanço do grupo sonae . Já é habitual...

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub