Obrigações Galp Energia atrai forte procura em emissão de 500 milhões em dívida a 5 anos (correcção)

Galp Energia atrai forte procura em emissão de 500 milhões em dívida a 5 anos (correcção)

No mesmo dia em que o IGCP realiza um leilão de obrigações do Tesouro a 10 anos, a Galp Energia está no mercado para colocar 500 milhões de euros em títulos com maturidade em 2023. A taxa de juro deverá ficar em redor de 1%.
Galp Energia atrai forte procura em emissão de 500 milhões em dívida a 5 anos (correcção)
Galp
Nuno Carregueiro 08 de novembro de 2017 às 09:12

A Galp Energia está esta quarta-feira no mercado com uma emissão de dívida sénior a cinco anos, com o objectivo de captar 500 milhões de euros.

 

A petrolífera pretende emitir títulos com maturidade em Fevereiro de 2023, sendo que a operação está a receber forte procura. De acordo com a Bloomberg, as ordens já atingiram os 1.650 milhões de euros, superando a oferta em mais de três vezes, numa altura em que os livros não estão ainda fechados.

O "spread" final dos títulos foi já fechado nos 85 pontos base acima da taxa mid-swap, com a forte procura a reduzir o custo de financiamento, já que primeiros valores indicativos apontavam para um "spread" entre 105 e 110 pontos base. Dado que esta taxa mid-swap do euro está esta quarta-feira nos 0,1705%, o juro final da emissão deverá situar-se pouco acima de 1%.

 

A empresa liderada por Carlos Gomes da Silva tinha mandatado um conjunto de bancos - BNP Paribas, CaixaBI, Deutsche Bank, SG CIB e UniCredit – para auscultar o interesse dos investidores nesta emissão.

 

A Galp Energia foi pela última vez ao mercado de dívida em Setembro do ano passado, quando colocou 600 milhões de euros em obrigações a sete anos.

 

A emissão desta quarta-feira surge no mesmo dia em que o IGCP vai realizar uma emissão de obrigações do Tesouro a 10 anos e no dia seguinte aos juros da dívida pública portuguesa terem fixado um mínimo de mais de dois anos abaixo dos 2%.

(notícia actualizada com o spread final e corrigida o taxa mid-swap)




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mafiosos Há 1 semana

Num país normal estes aldrabões que se auto intitulam de ceo´s e xpo´s estavam enfiados na cadeia.

GALP, mais divida Há 1 semana

Mais 500 milhões a somar á dívida, afinal os lucros estão aonde, assim acontece com a EDP, que ainda está pior com empréstimo de 3.300 milhões. assim vão as nossas grandes Empresas como dizem, as tais que pagam bons dividendos, com o dinheiro dos outros , claro

pub