Bolsa Galp sobe 4,5% após acordo da OPEP e anima bolsa

Galp sobe 4,5% após acordo da OPEP e anima bolsa

A bolsa nacional fechou a sessão a subir, animadas pelos ganhos da Galp Energia, num dia em que a petrolífera beneficiou da subida expressiva do petróleo, após o acordo no seio da OPEP.
Galp sobe 4,5% após acordo da OPEP e anima bolsa
Sara Matos
Sara Antunes 30 de novembro de 2016 às 16:41

O PSI-20 subiu 0,90% para 4.454,87 pontos, num comportamento semelhante ao verificado no resto da Europa, com o sector petrolífero em destaque, depois da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) ter chegado a acordo sobre o corte de produção.

Os membros da OPEP acordaram cortar a produção em 1,2 milhões de barris por dia, na reunião que decorreu esta quarta-feira, 30 de Novembro, não tendo sido revelados muitos pormenores sobre o assunto. Ainda assim, este acordo, no qual já poucos acreditavam, fez disparar os preços do petróleo, que seguem a subir mais de 7% para 49,77 dólares por barril no caso do Brent (petróleo negociado em Londres e referência para Portugal).

O sector petrolífero reagiu em forte alta e a Galp não foi excepção. A petrolífera nacional encerrou a subir 4,50% para 12,765 euros.

No restante sector da energia, a EDP cresceu 0,63% para 2,727 euros, a EDP Renováveis apreciou 0,30% para 6,006 euros e a REN avançou 0,08% para 2,579 euros. 

Do lado das quedas, e a travar a subida do principal índice bolsista, esteve a Mota-Engil, ao perder 0,85% para 1,511 euros, bem como a Nos, que cedeu 0,06% para 5,349 euros. 

Na banca, o BCP subiu 0,41% para 1,18 euros, enquanto o BPI recuou 0,18% para 1,127 euros e as unidades de participação do Montepio fecharam inalteradas nos 0,431 euros. 

(Notícia actualizada às 16:51 com mais informação)

 

 

 


A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 30.11.2016

The Navigator, Altri, Semapa, SONAE e Sonae Capital, escolhem qualquer uma delas para dar alguma alegria nos próximos tempos, já agora, deixar claro que tenho todas elas!

Anónimo 30.11.2016

SONAE, ou sobe ou aguenta, está no bom caminho... para quem tanto criticava já devem estar arrependidos, do meu lado já acúmulo 5,3%, nada mau, mas continuarei com elas em carteira até , quem sabe, final do 1ºQ de 2017.

investidor 30.11.2016

A Mota E. gripou, fujam enquanto é tempo, 1.20 euro por ação em breve, é lixo, abram os olhosm comprem ações que deem bons dividendos, é o caso da Navigator, Áltrí, Semapa, mas deem preferência á navigator ,tem, um potencial de 48%, saibam esperar, o pânico é o inimigo da bolsa.

pub