Galp Energia cai mais de 3% e pressiona bolsa nacional
18 Abril 2012, 16:48 por Hugo Paula | hugopaula@negocios.pt
8
Enviar por email
Reportar erro
0
O principal índice de bolsa encerrou a sessão a perder quase 1,00% e a negociar pressionado, sobretudo, pelas perdas da petrolífera Galp Energia.
O índice PSI-20 recuou 0,94% para 5.288,44 pontos, com duas cotadas a subir, 16 a descer e duas a negociarem inalteradas. Entre as principais praças europeias as perdas oscilaram entre a descida de 0,41% do Footsie e de 3,99%do IBEX, com os investidores recearem um abrandamento do crescimento na China e o crescimento do rácio de incumprimento de crédito em Espanha.

Por cá, a cotada que mais pressionou foi a Galp Energia, que desvalorizou 3,24% para 11,05 euros por acção. A petrolífera mais do que corrigiu os ganhos de mais de 2% que registou ontem.

Também a pressionar estiveram os títulos do BES, com o banco a cair 5,16% para 0,588 euros por acção, antes dos direitos para a subscrição do aumento de capital do banco começarem a ser negociados, amanhã, no mercado.

Já o BCP encerrou inalterado nos 0,111 euros e o Banco BPI depreciou 1,124% para 0,397 euros. O Espírito Santo Financial Group também encerrou inalterado nos 5,40 euros por acção.

A impedir maiores perdas esteve a Portugal Telecom, que valorizou 0,21% para 3,778 euros, enquanto a Sonaecom depreciou 0,41% para 1,215 euros e a Zon Multimédia desceu 0,80% para 2,485 euros.

A pressionar esteve ainda o sector da electricidade, com a EDP a recuar 0,57% para 2,09 euros e a EDP Renováveis a depreciar 1,05% para 3,397 euros. Já a REN, que gere a rede eléctrica nacional, deprecia 0,05% para 2,149 euros por acção. A retalhista Jerónimo Martins perdeu 0,51% para 15,49 euros e também contribuiu para a tendência de perdas. A concessionária Brisa também se destacou ao recuar 1,21% para 2,613 euros.

(Notícia actualizada às 16h52 com mais cotações).

8
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: