Bolsa Ganhos do BCP e Nos dão abertura positiva ao PSI-20

Ganhos do BCP e Nos dão abertura positiva ao PSI-20

A bolsa nacional abriu em alta, em linha com as principais praças europeias. A Fed termina esta quarta-feira o seu encontro de dois dias e o mercado espera obter pistas sobre o rumo da política monetária.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 01 de fevereiro de 2017 às 08:13

A bolsa nacional abriu a sessão em terreno positivo, acompanhando assim o sentimento das principais praças europeias. A marcar o dia nos mercados está o fim do encontro mensal de dois dias da Reserva Federal (Fed).

A expectativa é de que a Fed mantenha a taxa directora inalterada, depois de a 14 de Dezembro passado a ter subido em 25 pontos base, para um intervalo compreendido entre 0,50% e 0,75%. Contudo, e apesar de não esperarem alterações, os investidores vão procurar perceber qual o rumo da política monetária. Além disso, a declaração da Fed pode ser olhada como uma análise aos primeiros dias de mandato de Donald Trump.


O PSI-20 abriu a subir 0,25% para os 4.486,08 pontos. As acções do BCP e da Nos são as que mais impulsionam a praça nacional na abertura do mercado.

Na banca, o BCP avança 1,66% para 15,9 cêntimos, nesta que é a segunda sessão de negociação sem qualquer pressão dos direitos, já que a negociação destes títulos terminou na segunda-feira, registando uma forte queda de mais de 20%, que pressionaram a baixa as acções, uma tendência que se verificou quase sempre nas oitos sessões em que os direitos estiveram disponíveis para transaccionar em bolsa.

Ainda na banca, o BPI  soma 0,09% para 1,133 euros.

A Nos soma 0,65% para 5,243 euros.

Na energia, não se verifica uma tendência definida. A EDP soma 0,37% para 2,698 euros e a REN avança 0,35% para 2,557 euros.


Por outro lado, a Galp Energia cede 0,11% para 13,605 euros. Esta terça-feira, a petrolífera comunicou ao mercado que a produção de petróleo da Galp Energia aumentou 54,5% nos últimos três meses do ano passado, face ao mesmo período de 2015.


A EDP Renováveis desliza 0,05% para 5,94 euros. Foi conhecido ao final do dia desta terça-feira, 31 de Janeiro, que a EDP Renováveis começou a fornecer electricidade à retalhista norte-americana Home Depot. A cadeia de lojas de materiais de construção e bricolage tem um acordo com a eléctrica para comprar electricidade durante 20 anos. O negócio implica a venda de 50 megawatts (MW) anuais durante este período, suficiente para dar energia a 100 lojas Home Depot durante um ano.


A Jerónimo Martins soma 0,06% para 15,665 euros.


(Notícia actualizada pela última vez às 08:22)




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 01.02.2017

ECONOMISTA está entalado até à cabeça.
Tudo a fugir da bolsa portuguesa.
Navigoter e Altri a caírem pelo 4 dia seguido.
A era Trump esta a arrasar tudo
Os CTT a serem esmifrados, a seguir irá ser o BCP shortado, agarrem-se bem..

comentários mais recentes
Porras 01.02.2017

Alguém sabe-me dizer se está porra sobe ou não.
Estou agarrado a papeleira Navigator.
Estou farto disto
Alguém sabe se o dólar está a subir?
Estou desesperado, disseram-me que era a melhor cotada do ano
Afinal estou agarrado,porra.

Anónimo 01.02.2017

A sonae é mal interpretada no mercado resta saber se é por interesse próprio, por conveniência ou desconhecimento da matéria prima!

Anónimo 01.02.2017

A SONAE SGPS com uma capacidade de investimento impressionante só no estrangeiros conta com mais de 250 lojas!No 4º trimestre/16 os resultados já melhoraram, acredito que iremos ter boas surpresas!

Anónimo 01.02.2017

Um dos pontos negativos da SONAE SGPS é a administração por de parte os pequenos acionistas!Tem havido dinheiro para tudo e para todos, quando chega a vez de remunerar o pequeno acionista leva um dividendo de miséria!Só isto o título nunca pode ser atractivo.

ver mais comentários
pub