Mercados Governo lança novo produto de poupança. Substitui CTPM

Governo lança novo produto de poupança. Substitui CTPM

Os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) foram lançados há quatro anos, a 31 de Outubro de 2013. Serão agora substituídos.
Governo lança novo produto de poupança. Substitui CTPM
Russell Boyce/Reuters
Raquel Godinho 26 de outubro de 2017 às 13:52

O Governo anunciou que vai ser lançado um novo produto de poupança: Certificados do Tesouro Poupança Crescimento. Este produto vai substituir os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) que foram criados há quatro anos. As condições deste novo produto serão reveladas ainda hoje pelo Ministério das Finanças.

Foi, esta quinta-feira, aprovado em Conselho de Ministros o lançamento dos "Certificados do Tesouro Poupança Crescimento em substituição dos Certificados do Tesouro Poupança Mais", revelou Tiago Antunes, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros.


O secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros explicou ainda que o Ministério das Finanças dará mais informações ainda hoje, nomeadamente "as modalidades concretas e as condições deste novo produto de poupança".


"O Governo aprovou a resolução que cria os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC). Este novo produto visa estimular a poupança de médio prazo e dinamizar o acesso dos cidadãos a instrumentos de dívida pública", refere o comunicado do Conselho de Ministros.

 
"A remuneração estabelecida para os CTPC encontra-se alinhada com as actuais taxas de juro praticadas no mercado, em resultado da melhoria das condições de financiamento da República, mantendo a actratividade que tem caracterizado estes produtos e complementando a actual oferta de Certificados de Aforro", sublinha o mesmo comunicado.

O comunicado do Conselho de Ministros realça ainda que, "com a criação dos CTPC, suspendem-se as novas subscrições de Certificados do Tesouro Poupança Mais".

(Notícia actualizada às 15h50 com mais informação do comunicado do Conselho de Ministros)



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Fomos governados pelo maior pulha do século! Há 3 semanas

É inacreditável ouvir no youtube as escutas de Sócrates! Aquele pulha não governou, amanhou-se, ele e as suas 4 putas! Até a Câncio a dizer q o Sócrates é um buraco por não querer ir ver um andar de 2,2 milhões de euros no Chiado! A Câncio sem carácter se tivesse vergonha desaparecia do mapa!

O PS faz sempre as mesmas burricadas!! Há 3 semanas

O Estado tem uma dívida impagável de 250 mil milhões de €! Agora anda a ver se poupa na taxa de juro ao criar outros certificados de tesouro! Vamos ver no q dá! Já Costa Pina fez a mesma coisa e o resultado foi um desastre! Teve o Teixeira dos Bancos criar os certificados de tesouro para compensar!

Daqui a 3 anos os juros já estão mais altos. Há 3 semanas

O Estado quer o dinheiro quase de borla e se houver reestruturação da dívida (cenário não fora de perigo) lá vão as economias de uma vida pró maneta! A Mortágua anda desejosa de pregar o CALOTE! Muito cuidado com este governo PS, os juros são ridículos e demasiados baixos e 7 anos é muito tempo!

Comigo não se safam prefiro o dinheiro à ordem! Há 3 semanas

Ninguém deveria subscrever estes certificados de tesouro! O Estado q necessita de empréstimos como pão para a boca maltrata quem tem economias e está disposto a emprestar! O Estado não gosta dos aforristas, quer o seu dinheiro e pagar o mínimo pq lá no fundo odeia os aforristas. Não empresto 1 euro!

ver mais comentários
pub