Bolsa Grandes investidores reforçam aposta nas acções do BCP
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Grandes investidores reforçam aposta nas acções do BCP

O Norges Bank e a BlackRock aumentaram, na última semana, as suas participações no BCP. Juntas, estas gestoras controlam mais de 5% do capital da instituição liderada por Nuno Amado.
Grandes investidores reforçam aposta nas acções do BCP
Bruno Simão/Negócios
Patrícia Abreu 02 de outubro de 2017 às 22:20

O BCP é um dos títulos que tem merecido a atenção de grandes investidores internacionais. Apenas na última semana, BlackRock e Norges Bank reforçaram as suas posições no banco, com as gestoras

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Investidor prevenido vale por dois… Há 2 semanas

Cuidado com o significado de um Short pela “AQR Capital Management”.
Este hedge fund erra como TODOS erram em Bolsa, mas, em minha opinião, são dos mais sofisticados praticantes e teóricos da estratégia VALOR, e normalmente erram menos do que TODOS.
Disclaimer:Tenho boa ideia geral do BCP e desejo aos seus acionistas as maiores felicidades, mas neste momento não tenho nele nem posições Long nem Short.

comentários mais recentes
A estupidez humana não tem limites Há 2 semanas

Achar que os shorts é que determinam o que acontece na bolsa é como em vez de vez os golos e as belas jogadas, apenas discutir a arbitragem... O que conta é o desempenho dos jogadores, e aqui o que conta é o desempenho das empresas (aka resultados)

RE: A estupidez humana não tem limites Há 2 semanas

É verdade que, se a estupidez humana tivesse limites, provavelmente não haveria Shorts;
Mas também é verdade que, se efetivamente assim fosse, não haveria estratégias sistemáticas de Bolsa(Longas ou não) que vencessem um investimento passivo nos índices de Mercado.
Já há cerca de 2000 anos o governador Romano Plínio (dito o Moço) enunciou que a melhor estratégia era aproveitar o erro dos adversários.Diz a experiência histórica que tal será verdade, não só no domínio militar mas também no domínio da competição desportiva ou económica e principalmente nessa imensa arena de competição (mais de 40 milhões de investidores, perto de 100.000 fundos de investimento) que é a Bolsa, onde nós todos competimos empenhadamente (desejavelmente com lealdade, desportivismo, competência e ânimo forte) uns com os outros.

MILENIUM BCP a 0.50 por AÇÃO Há 2 semanas




ATÉ ao FIM DESTE ANO DE 2017 o MILENIUM BCP irá ULTRAPASSAR os 0.50 por ação dia 15 de outubro os RATINGS do BCP e de PORTUGAL vão voltar a SUBIR os lucros do 3 TRIMESTRE já triplicaram em relação ao 1 º os JUROS vão começar a SUBIR

julius ceaser Há 2 semanas

GINV REFORÇAM APOSTA DE AÇÔES A DESCOBERTO NO BCP...este é o título correto da pseudo notícia . E já vai em 7 % do capital . EU TAMBÈM QUERO ENTRAR NO BCP COM ACÇÕES EMPRESTADAS ok

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub