Research Haitong deixa de recomendar "comprar" acções da Corticeira Amorim

Haitong deixa de recomendar "comprar" acções da Corticeira Amorim

O Haitong elevou o preço-alvo da Corticeira Amorim em 2%, mas o novo preço-alvo permanece abaixo da cotação, pelo que a recomendação foi revista em baixa.  
Haitong deixa de recomendar "comprar" acções da Corticeira Amorim
DR
Nuno Carregueiro 26 de julho de 2017 às 09:55

O Haitong reviu em baixa a recomendação das acções da Corticeira Amorim, de "comprar" para "neutral", uma vez que no entender do banco de investimento a cotada esgotou o potencial de valorização.

 

O preço-alvo até foi revisto em alta, de 2% para 12,20 euros por acção, mas permanece abaixo da actual cotação da Corticeira Amorim (fecharam terça-feira nos 12,43 euros e hoje caem 1,12% para 12,31 euros).

 

O Haitong iniciou a cobertura da Corticeira Amorim em Outubro do ano passado com uma recomendação de "comprar", que manteve até agora. "Acreditamos que acabou o ‘rerating’, que o ângulo positivo de fusões e aquisições está reflectido na cotação e que as acções estão agora totalmente avaliadas, tudo num ambiente cambal adverso, com a desvalorização do dólar", refere o analista Nuno Estácio.

 

O banco lembra que no acumulado do ano as acções da Corticeira Amorim ganham 48% e que as estimativas que tem para a cotada ficaram praticamente inalteradas, mesmo após a aquisição da francesa Bourassé, que foi uma operação "positiva", mas com impacto limitado na avaliação da cotada.

 

"Continuamos a gostar da história da acção, o seu perfil de crescimento e o potencial de criação de valor através de aquisições dado que o balanço não está alavancado", refere o analista, assinalando contudo que a avaliação já não oferece potencial de valorização.

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




pub