Research Haitong: Resultados da Galp impressionam mas potencial das acções é limitado

Haitong: Resultados da Galp impressionam mas potencial das acções é limitado

Apesar de prever uma melhoria nos resultados do terceiro trimestre, o Haitong manteve o preço-alvo da Galp Energia nos 12 euros e a recomendação em "neutral".
Haitong: Resultados da Galp impressionam mas potencial das acções é limitado
Pedro Esteves
Nuno Carregueiro 19 de Outubro de 2016 às 09:06

O Haitong faz esta quarta-feira, 19 de Outubro, a antecipação dos resultados da Galp Energia, destacando a previsão de um aumento "impressionante" de 50% do EBITDA da unidade de produção e exploração de petróleo (E&P).

 

Para o banco de investimento, este registo vem demonstrar que a petrolífera portuguesa é uma das que apresenta o maior crescimento nos últimos anos na área da produção. O crescimento médio anual (CAGR) entre 2015 e 2020 está estimado em 29%, suportado sobretudo pelos projectos "altamente rentáveis" que estão em exploração no Brasil.

 

Contudo, apesar de tecer comentários positivos ao desempenho da Galp, o Haitong assinala que as acções apresentam um potencial de valorização limitado, uma vez que apesar da correcção registada com a colocação da posição de 5% da Amorim Energia, as acções ainda apresentam um desempenho 46% acima do sector (Stoxx Oil & Gas) desde o início de 2015.   

Além disso, transaccionam em bolsa em linha com o preço-alvo que tem para a Galp Energia, que foi reiterado nos 12 euros, abaixo da actual cotação (12,59 euros). A recomendação é de "neutral".

 

A Galp está a negociar em bolsa com um PER (rácio entre cotação e lucros por acção) estimado para 2018 de 18 vezes, o que se situa bem acima da média do sector (11,7 vezes). O Haitong diz que o prémio é justificado devido "às perspectivas de crescimento sólidas", mas assinala que só uma valorização do preço do petróleo pode permitir mais subidas às acções. Assumindo um aumento de 5 dólares por barril para 70 dólares (estimativa de longo prazo para a matéria-prima), o potencial das acções face à actual cotação é de apenas 6%.

 

Quanto aos resultados do terceiro trimestre, o Haitong aponta para um crescimento de 11% no EBITDA face ao trimestre anterior e uma queda de 11% nos lucros para 119 milhões de euros.  




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


AS ATUAIS PENSÕES SÃO PAGAS PELOS DESCONTOS DOS ATUAIS TRABALHADORES.

Os pensionistas, que hoje estão "entre os críticos mais vociferantes", "não descontaram o suficiente para as reformas que agora gozam", pelo que não faz sentido protestar contra os cortes "como se fosse um roubo nos montantes acumulados".

Se alguém pode dizer-se roubado, não são os atuais pensionistas, mas os seus filhos e netos, que suportarão as enormes dívidas acumuladas nos últimos anos.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas


FP . CGA – 40 ANOS A ROUBAR OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


AS ATUAIS PENSÕES SÃO PAGAS PELOS DESCONTOS DOS ATUAIS TRABALHADORES.

Os pensionistas, que hoje estão "entre os críticos mais vociferantes", "não descontaram o suficiente para as reformas que agora gozam", pelo que não faz sentido protestar contra os cortes "como se fosse um roubo nos montantes acumulados".

Se alguém pode dizer-se roubado, não são os atuais pensionistas, mas os seus filhos e netos, que suportarão as enormes dívidas acumuladas nos últimos anos.

pub