Obrigações IGCP volta a emitir dívida de curto prazo na próxima semana

IGCP volta a emitir dívida de curto prazo na próxima semana

Depois do duplo leilão de longo prazo realizado esta semana, a agência de gestão de dívida pública volta ao mercado para emitir dívida de curto prazo.
IGCP volta a emitir dívida de curto prazo na próxima semana
Sara Antunes 14 de julho de 2017 às 16:34

O IGCP vai realizar dois leilões de bilhetes do Tesouro, um com maturidade a seis meses e outro a um ano, de acordo com o comunicado emitido esta sexta-feira, 14 de Julho.

 

Assim, o Estado vai tentar financiar-se num valor entre 1.500 e 1.750 milhões de euros, com BT cuja maturidade é atingida em Janeiro e Julho de 2018.

 

Portugal tem conseguido a conseguir juros na dívida a curto prazo cada vez mais negativos.

 

A última vez que o IGCP emitiu dívida a 12 meses, em Maio, conseguiu um juro de -0,153%, o que representava um novo mínimo histórico. No mesmo dia também se financiou a seis meses tendo conseguido uma taxa de -0,21%, o que também representou um novo mínimo.

Na semana passada, a agência liderada por Cristina Casalinho fez um duplo leilão de longo prazo tendo-se financiado em mil milhões de euros. Com esta emissão, o Estado chega a Julho com mais de 70% da meta para a emissão de Obrigações do Tesouro cumprida

 

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Para entender a crise de equidade e sustentabilidade que tem afectado as economias desenvolvidas e posto territórios como os de Portugal e Grécia nas más bocas do mundo, é fundamental perceber que para uns serem excedentários ou pagos acima do preço de mercado, outros têm que pagar mais caro quando consomem bens e serviços, pagar mais taxa de imposto quando são tributados, obter menor retorno sobre o investimento quando investem, poupar menos quando aforram, ser pior remunerados, abaixo do seu preço de mercado, quando oferecem trabalho com real procura...

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

A geringonça tem as mãos manchadas de sangue. A excessiva e injustificável folha salarial e pensionista do sector público, inexplicavelmente isenta de um sistema de mobilidade especial e despedimento na óptica das melhores práticas internacionais de gestão de recursos humanos, é responsável por num país de incêndios florestais graves todos os Verões, não se fazerem limpezas de segurança junto a vias de comunicação e aglomerados populacionais, nem existirem meios aéreos adequados de combate aos fogos. E a política de subsídios inusitados não pára aqui. Agora até os terroristas e traficantes de armas obtêm subsídio estatal. Começaram na função pública, passaram aos bancos de retalho e agora não pára.

Anónimo Há 1 semana

Para entender a crise de equidade e sustentabilidade que tem afectado as economias desenvolvidas e posto territórios como os de Portugal e Grécia nas más bocas do mundo, é fundamental perceber que para uns serem excedentários ou pagos acima do preço de mercado, outros têm que pagar mais caro quando consomem bens e serviços, pagar mais taxa de imposto quando são tributados, obter menor retorno sobre o investimento quando investem, poupar menos quando aforram, ser pior remunerados, abaixo do seu preço de mercado, quando oferecem trabalho com real procura...

MUITO OBRIGADO A QUEM ME VENDEU a 0.24 Há 1 semana


VENHO aqui publicamente AGRADEÇER aos ÓTARIOS que me venderam hoje 2 MILHÕEZITOS de AÇÕES MILELENIUM BCP a 0.2495 é que LOGO já vão sair os RESULTADOS TRIPLICADOS DO MILENIUM POLACO por isso 2ª FEIRA TEMOS O NOSSO MENINO A 0.275

Anónimo Há 1 semana

o igcp é so pagar juros....devia ser investigado,,,,

pub