Research IM acredita que Jerónimo Martins pode anunciar dividendo extraordinário

IM acredita que Jerónimo Martins pode anunciar dividendo extraordinário

A IM Valores melhorou tanto o preço-alvo como a recomendação da Jerónimo Martins. E, numa nota de análise a que o Negócios teve acesso, o banco de investimento diz “acreditar que um dividendo extraordinário deve ser anunciado até à próxima assembleia-geral anual”.
IM acredita que Jerónimo Martins pode anunciar dividendo extraordinário
Miguel Baltazar/Negócios
Ana Laranjeiro 05 de dezembro de 2016 às 13:11

A IM Valores emitiu uma nota de análise onde sobe o preço-alvo da Jerónimo Martins e também a recomendação. O banco de investimento subiu o preço-alvo de 12,25 euros para 14,15 euros. A acção está neste momento a subir 1,39% para 14,555 euros. O que significa que, tendo em conta o preço-alvo apontado pela casa de investimento, a Jerónimo Martins tem um potencial de queda de 3%.

A recomendação estava em "vender" e passou para "reduzir". "A nossa avaliação por motivos de simplicidade assume que o excesso de dinheiro na folha de balanço vai continuar na empresa, contudo, acreditamos que um dividendo extraordinário deve ser anunciado até à próxima assembleia-geral anual".


"Acreditamos que um novo mercado pode estar a ser considerado, no entanto, ficaríamos surpreendidos se alguma aquisição for anunciada no futuro próximo", escreve António Seladas, que assina a nota. Assim, o foco da retalhista deve ser sobretudo alavancar os activos polacos e atingir o break-even operacional da operação colombiana.

Na nota de análise, o IM Valores aponta que o principal motivo para a subida da avaliação "foi a revisão em alta dos níveis de receitas, sobretudo na Polónia, Colômbia e nas operações de Cash&Carry, enquanto as vendas do Pingo Doce foram revistas ligeiramente em baixa".

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub