Research Impresa terá duplicado prejuízos até Setembro, estima CaixaBI

Impresa terá duplicado prejuízos até Setembro, estima CaixaBI

Apesar da subida de prejuízos no conjunto dos nove primeiros meses, a empresa de media atenua as perdas no terceiro trimestre, estima o banco de investimento.
Impresa terá duplicado prejuízos até Setembro, estima CaixaBI
Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 23 de outubro de 2017 às 09:59
O CaixaBI espera que a Impresa tenha fechado os primeiros nove meses do ano com um aumento dos prejuízos, que terão passado de 600 mil euros para 1,3 milhões no espaço de um ano.

Segundo uma nota de research do banco de investimento da CGD, a que o Negócios teve acesso, apesar da quebra dos custos financeiros o resultado negativo agravou-se em 124% no espaço de um ano.

Já no que diz respeito apenas ao terceiro trimestre do ano, a empresa liderada por Francisco Pedro Pinto Balsemão terá mantido prejuízos, ainda assim reduzindo-os para 1,4 milhões de euros (uma descida de 22,7%). 

De Janeiro a Setembro, as receitas terão caído 3,7% para 144,3 milhões de euros, com a facturação da actividade de publishing a ser a mais penalizada, com um recuo de 8%. Recorde-se que a empresa está em processo de venda da sua unidade de revistas. Já o negócio de televisão, de que a SIC é bandeira, recuou 2,6% para 110,6 milhões de euros.

Já no trimestre, ambas as unidades registam uma recuperação: 3,3% no caso da TV, 0,9% no caso do publishing.

Nos primeiros nove meses do ano a empresa terá reduzido os seus custos operacionais de 141,1 milhões de euros para 138,3 milhões, o que ainda assim não compensou a descida das receitas, levando a que os lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) tenham caído 36,7% para 5,5 milhões de euros.

Os resultados financeiros, negativos em 5,5 milhões de euros, representam uma melhoria de 8% em relação ao mesmo período de 2016.

A Impresa apresenta resultados no dia 24 de Outubro, após o fecho da sessão de bolsa. Segue a valorizar 2,99% para 0,344 euros.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
alblopes Há 4 semanas

Numa palavra:a SIC, ou melhor, a Impresa está falida!E o Balsemão ainda continua a fazer aquelas festanças deslumbrantes com aquelas madames e madamos todos armados em principes e princesas! Têm o que merecem e o que arranjaram para si próprias!

Saber mais e Alertas
pub