Bolsa Impresa volta a disparar quase 10%

Impresa volta a disparar quase 10%

As acções da Impresa subiram pela primeira vez em quatro dias, anulando praticamente a descida acumulada neste período.
Impresa volta a disparar quase 10%
Pedro Catarino
Sara Antunes 05 de julho de 2017 às 16:51

A Impresa regressou aos ganhos esta quarta-feira, 5 de Julho, depois de três dias a perder valor. Neste período, as acções da dona da SIC acumularam uma descida superior a 9%, e coincidiu com o anúncio de emissão de dívida no valor de 35 milhões de euros, com juros mais elevados.

 

Esta quarta-feira, os títulos voltaram a registar ganhos acentuados, subindo 9,93% para 0,476 euros. E com um volume elevado, tendo trocado de mãos mais de dois milhões de acções, quando a média diária dos últimos seis meses é de 834,9 mil títulos.

 

O regresso aos ganhos surge um dia depois de o presidente da PT, Paulo Neves, ter dito que "os conteúdos são algo importante da nossa estratégia, como factor diferenciador da nossa oferta". O responsável recusou tecer comentários ao interesse da Altice, dona da PT, na Media Capital, reiterando apenas que há conversações.

O interesse da Altice na dona da TVI tem sido um dos catalisadores das acções da Impresa, já que tem elevado a especulação sobre fusões e aquisições no sector, sendo a Impresa a cotada que mais notícias tem gerado. 

Entre as outras cotadas do sector de media, a Cofina, dona do Negócios, caiu 2,28% para 0,386 euros, enquanto a Media Capital voltou a não negociar qualquer acção, algo que é habitual e que é justificada pela baixa liquidez deste título. Sendo que a espanhola Prisa detém praticamente 95% do capital da dona da TVI.