Bolsa Investidor misterioso "50 cent" ganhou 200 milhões com aposta na volatilidade

Investidor misterioso "50 cent" ganhou 200 milhões com aposta na volatilidade

A volatilidade disparou e a aposta de "50 cent" finalmente gerou ganhos.
Investidor misterioso "50 cent" ganhou 200 milhões com aposta na volatilidade
Reuters
Negócios com Bloomberg 13 de fevereiro de 2018 às 16:16

A paciência é muitas vezes uma virtude e nos mercados também pode ser uma boa estratégia. Foi isso que aconteceu com um investidor misterioso, conhecido no mercado por "50 cent", que foi recompensado com um ganho que terá ascendido a cerca de 200 milhões de dólares.

 

Este investidor misterioso era mais conhecido pelas características pouco habituais dos seus "trades" do que pelos ganhos obtidos. Até agora estava a perder dinheiro, pois apostava na queda das bolsas e na subida acentuada na volatilidade.

 

Foi o que aconteceu nas últimas semanas e depois de ter acumulado perdas de até 200 milhões de dólares conseguiu inverter a tendência e passar para um ganho de iguais dimensões. O salto de 400 milhões de dólares, ficou a dever-se à forte subida do CBOE Volatility index, mais conhecido por VIX.

 

É que desde o início do ano passado que este investidor aposta na volatilidade do mercado, mas sempre em activos que rondam o meio dólar, daí ter ficado conhecido pelo nome do rapper "50 cent".

 

Os ganhos com este "trade" foram estimados por Pravit Chintawongvanich, responsável da estratégia em derivados da Macro Risk Advisors.

 

Apesar de a volatilidade do mercado ter permanecido em níveis historicamente baixos durante todo o ano passado, "50 cent" nunca desistiu e continuou diariamente a comprar 50 mil contratos com o valor de 50 cêntimos cada um. Só o valor da aposta foi revisto em baixa recentemente, tendo de acordo com Chintawongvanich passado para contratos de 30 cêntimos.

 

Chintawongvanich, citado pela Bloomberg, alerta contudo que este ganho de 200 milhões de dólares poderá também ser uma vitória de Pirro, já que, como o investidor não é conhecido (nem os activos que controla), poderá fazer parte de uma estratégia mais abrangente de cobertura de risco. Ou seja, "50 cent" até poderia estar exposto de forma mais agressiva à continuação da subida calma das bolsas e implementado este "trade" com opções sobre o VIX para compensar, caso a tendência se invertesse.

 

"Pensamos que a razão pela qual ’50 cent’ estava tão rígido no pagamento de um preço fixo (50 cêntimos) e o mesmo número de contratos (50 mil) é porque tinha um orçamento fixo para fazer cobertura de risco", escreveu o especialista da Macro Risk Advisors.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub