Bolsa Isabel dos Santos: Banco de Fomento de Angola prepara IPO

Isabel dos Santos: Banco de Fomento de Angola prepara IPO

Isabel dos Santos diz estar a ser preparada a venda de participações financeiras no Banco de Fomento de Angola e do BIC. No primeiro caso poderá realizar-se um IPO em Londres ou Lisboa, admite.
Isabel dos Santos: Banco de Fomento de Angola prepara IPO
Sara Antunes 08 de dezembro de 2017 às 14:51

O Banco de Fomento de Angola (BFA) poderá realizar uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de 25% do seu capital no primeiro trimestre de 2019. Quem o disse foi Isabel dos Santos, durante uma conferência no Egipto, citada pela Bloomberg.

 

O BFA é detido maioritariamente pela Unitel, controlada por Isabel dos Santos, sendo que 48,1% do seu capital continua nas mãos do BPI.

 

O IPO do BFA poderá ser realizado ou na bolsa londrina ou na portuguesa, segundo a mesma fonte.

 

"Contratámos alguns conselheiros financeiros" para ajudarem a organizar a operação, afirmou Isabel dos Santos.

 

Mas não é apenas uma posição no BFA que estará à venda. A filha do ex-chefe de Estado angolano revelou que também há planos para vender uma participação no BIC, neste caso através de uma colocação privada. A empresária angolana detém 53% do capital do BIC.

"Estes bancos têm vindo a fortalecer-se e penso que agora é altura de abrirem o seu capital e receberem novos accionistas", afirmou Isabel dos Santos, que acrescentou que no caso do BIC seria preferível um accionista que já actuasse no sector bancário. 

Isabel dos Santos falou ainda sobre o seu despedimento da Sonangol, algo que considerou "normal", uma vez que houve mudança de poder em Angola. E diz que esta questão não vai afectar o seu investimento na Galp Energia, onde detém uma participação indirecta através de uma holding, que inclui a Sonangol e os herdeiros de Américo Amorim.

 

Sobre a operadora de telecomunicações Nos, Isabel dos Santos diz que tenciona manter este investimento. 




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
O que se passa no Motepio? 10.12.2017

Esta notícia do IPO do BFA anda aqui há 2 dias...hoje há notícia da saída de Felix Morgado do Montepio e não encontro notícia nenhuma sobre o tema...este Jornal de Negócios está a ficar uma treta...

Anónimo 09.12.2017

Ela pode ter alguma sorte com a nossa CMVM. Afinal eles aprovaram o aumento de capital do BES e do Banif! Isabel contrata o Jorge Tomé ou o Amilcar que eles sabem dar a volta à CMVM! Loucura.

ze 09.12.2017

LIPO ASPIRAÇÃO epaaa!!! puxa vida dura , se conseguirem aguentar a pressão invistam. Parecem povo angolano em sofrimento , se os tiverem no sitio , metam o cacau e chorem , mamã Isabelunitapapanadanadapatitudo cuidará dos vossos pertences , se bens me entregues. Obrigada irmãos

Anónimo 08.12.2017

Já agora, Efacec comprada com o objectivo de desenvolver a rede eléctrica Angolana parece agora um investimento muito duvidoso face às alterações políticas que parecem não benefeciar o clã 'Santos'...

ver mais comentários
pub