Bolsa James Sym: "A era do dinheiro muito barato vai acabar"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

James Sym: "A era do dinheiro muito barato vai acabar"

James Sym acredita que a mudança na liderança do Banco Central Europeu no próximo ano poderá acelerar a retirada de estímulos na região.
James Sym: "A era do dinheiro muito barato vai acabar"
Bruno Simão
Patrícia Abreu 11 de dezembro de 2017 às 07:40

Mario Draghi deverá manter-se à frente do Banco Central Europeu até Outubro de 2019. Mas, para James Sym, a substituição do actual presidente da entidade poderá coincidir com uma mudança na polí

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado “vai ser uma boa oportunidade para a gestão ativa” Há 6 dias

Pode ser, e tal será do interesse dos intermediários financeiros, cujos lucros com a gestão ativa ( comissões) são garantidos, enquanto os prejuízos passam para os clientes;
Pode ser, se a gestão ativa conseguir voltar a mostrar utilidade no que sempre foi o seu maior domínio na criação de valor: a proteção contra os “bear market”;
Pode ser, considerando o seu interesse não tanto em relação ao que os investidores com ela ganham. mas sim às empolgantes esperanças que alimenta;
Pode ser e deseja-se que seja em grau moderado, porque as Bolsas, para se manterem eficientes, carecem que uma % mínima dos seus intervenientes pratiquem a gestão ativa (para benefício último dos que praticam a gestão passiva);
Pode ser, … mas que os investidores não subestimem informação veiculada num site:
Desde 2006, nos EUA, 99% dos profissionais da gestão ativa, tiveram resultados inferiores à gestão passiva!
DECLARAÇÂO DE INTERESSES: sou praticante da gestão ativa, mas só em alguns casos

comentários mais recentes
“vai ser uma boa oportunidade para a gestão ativa” Há 6 dias

Pode ser, e tal será do interesse dos intermediários financeiros, cujos lucros com a gestão ativa ( comissões) são garantidos, enquanto os prejuízos passam para os clientes;
Pode ser, se a gestão ativa conseguir voltar a mostrar utilidade no que sempre foi o seu maior domínio na criação de valor: a proteção contra os “bear market”;
Pode ser, considerando o seu interesse não tanto em relação ao que os investidores com ela ganham. mas sim às empolgantes esperanças que alimenta;
Pode ser e deseja-se que seja em grau moderado, porque as Bolsas, para se manterem eficientes, carecem que uma % mínima dos seus intervenientes pratiquem a gestão ativa (para benefício último dos que praticam a gestão passiva);
Pode ser, … mas que os investidores não subestimem informação veiculada num site:
Desde 2006, nos EUA, 99% dos profissionais da gestão ativa, tiveram resultados inferiores à gestão passiva!
DECLARAÇÂO DE INTERESSES: sou praticante da gestão ativa, mas só em alguns casos

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub