Bolsa Jerónimo Martins em máximos de três anos com PSI-20 a caminho de semana positiva

Jerónimo Martins em máximos de três anos com PSI-20 a caminho de semana positiva

Os ganhos de Lisboa, sustentados nos sectores da energia e do retalho, podem levar a bolsa à melhor semana em dois meses. CTT em recuperação e Corticeira Amorim em máximos históricos também contribuem.
Jerónimo Martins em máximos de três anos com PSI-20 a caminho de semana positiva
Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 14 de Outubro de 2016 às 11:35
A praça portuguesa encaminha-se esta sexta-feira para um balanço semanal positivo, a alinhar pelos ganhos do resto da Europa onde dados sobre a inflação e preços na indústria chinesa animam as negociações, recuperando dos mínimos de três meses registados ontem nas bolsas do Velho Continente.

O PSI-20 soma 1,24% para 4.615,45 pontos, na segunda sessão consecutiva de valorizações, que são impulsionadas pelo comportamento dos títulos do universo EDP e da Jerónimo Martins, cabendo os maiores ganhos do índice aos CTT. No balanço semanal, a praça portuguesa vai a caminho de fechar a melhor semana em dois meses.

Os títulos da Jerónimo Martins somam 1,29% para 16,15 euros, em máximos de mais de três anos (Julho de 2013) depois de ontem os analistas do Caixa BI terem antecipado uma duplicação dos lucros até Setembro nos resultados que deverão ser apresentados na próxima semana.

Tanto a EDP como a EDP Renováveis ganham mais de 1,5% face à cotação de ontem, sendo os ganhos na energia partilhados pela Galp, que avança 0,68% para 12,545 euros por acção no dia em que a empresa apresentou os resultados operacionais do terceiro trimestre, marcados por um aumento de mais de 60% na produção de petróleo. 

Ainda do lado das valorizações encontra-se o BCP (mais 0,65% para 0,0155 euros), em contraste com o BPI, nos 1,128 euros, recuando 0,09%. Ontem a gestão liderada por Fernando Ulrich avaliou as acções da instituição acima do preço oferecido na OPA melhorada do CaixaBank (1,38 euros contra os 1,134 euros propostos pelos catalães), estimando ainda que a proposta do CaixaBank leve à redução de mil quadros com reformas antecipadas e "lay-offs".

Os CTT continuam a recuperar das quedas que levaram o banco a ficar abaixo do valor da oferta pública de venda, sendo agora o título que mais sobe no índice: 2,21% para 6 euros. 

Em máximos históricos já esteve a negociar a Corticeira Amorim (nos 9,199 euros, ganhando agora 0,29% para 9,051 euros), enquanto, fora do índice, a Novabase continua a beneficiar da venda dos activos de infra-estruturas e managed services à Vinci Energies por mais de 30 milhões de euros. Os títulos estão nos 2,199 euros, avançando 3,82% para máximos do ano.

Do lado dos recuos continua a Pharol, que perde 0,4% para 0,251 euros depois de ontem a brasileira Oi, de que é principal accionista, ter completado em São Paulo a sexta sessão de quedas.



A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 semanas

... E os BCPATOS já estão com saudades dos (shorters) ?
Eu sempre disse, que o que anima as acções, seja do BCP ou qualquer outra, são os especuladores, porque caso contrário fica no marasmo em que se encontra, que não mexe.
Só temos uma semana, antes do reverse stock seplit, para nos livrar-mos deste cancro, porque o habitual é uma grande queda, após este tipo de operação.

comentários mais recentes
ALTRI-GRANDES DIVIDENDOS *2 Há 3 semanas




Alguém quer receber dividendos (grandes) ainda este ano da ALTRI?

Alguém quer receber dividendos (grandes) outra vez em Maio da ALTRI?


Anónimo Há 3 semanas

Hoje a SONAE SGPS está aportar-se á altura da sua dimensão!Fazemos votos para que a partir de agora vá ao encontro do lugar que perdeu.

Anónimo Há 3 semanas

... E os BCPATOS já estão com saudades dos (shorters) ?
Eu sempre disse, que o que anima as acções, seja do BCP ou qualquer outra, são os especuladores, porque caso contrário fica no marasmo em que se encontra, que não mexe.
Só temos uma semana, antes do reverse stock seplit, para nos livrar-mos deste cancro, porque o habitual é uma grande queda, após este tipo de operação.

Anónimo Há 3 semanas

Não tenho muita certeza de quem é a culpa ou quem está a trabalhar para tal isto na SONAE SGPS!Com a minha experiência disse ,tenho duvidas!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub