Obrigações Juros acentuam queda e atingem mínimo de Abril de 2015

Juros acentuam queda e atingem mínimo de Abril de 2015

As taxas de juro de Portugal estão a descer mais de 10 pontos base, no prazo a 10 anos, atingindo mínimos de Abril de 2015. O prémio de risco também está em mínimos quer em relação à Alemanha, quer a Espanha.
Juros acentuam queda e atingem mínimo de Abril de 2015
Sara Antunes 30 de outubro de 2017 às 15:42

A taxa de juro implícita na dívida portuguesa a 10 anos está a descer 10,6 pontos base para 2,088%, o que corresponde ao valor mais baixo desde Abril de 2015.


Esta descida está a reduzir o prémio de risco da dívida nacional face à dívida alemã para cerca de 171 pontos base.

 

A queda de juros está a ser transversal na Europa, ainda que os países que estão a registar quedas mais pronunciadas são Portugal e Itália, que viu o seu "rating" subir na última sexta-feira por parte da Standard & Poor’s. A agência de notação financeira elevou em um nível o "rating" de Roma para "BBB", o que, segundo a Reuters, corresponde à primeira melhoria dos últimos 30 anos.

 

A agência de informação americana explica que a S&P reduziu progressivamente o rating de Itália desde 1998, tendo colocado a notação do país em "BBB-" (um nível antes do patamar considerado de "lixo") em Dezembro de 2014.

 

A S&P elevou a notação financeira, ao mesmo tempo que reviu as previsões de crescimento económico da terceira maior economia da Zona Euro.


"Actualizámos Itália devido à melhoria das suas perspectivas de crescimento económico, suportadas pelo aumento do investimento e de um crescimento do emprego consistente, bem como devido à expansão da política monetária", explica a S&P na nota publicada na útlima sexta-feira.

 

A descida dos juros na Europa, em particular de Portugal, está muito relacionada com a política monetária, beneficiando do facto de o Banco Central Europeu (BCE) ter anunciado um prolongamento do programa de compra de dívida, ainda que a um ritmo bastante inferior (dos 60 mil milhões de euros mensais passará, em Janeiro, para 30 mil milhões).

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 3 semanas

Ja venho notando ha semanas:a gerigonca desfaz-se em ilogios proprios por tudo estar a correr as mil maravilhas,mas ainda nao vi uma unica vez a Sara ou outra dizer:os juros estao abaixo da era do anterior governo.Tanto foguete para as nuvens,e nao estala um unico,raro.

FOSUN irá LANÇAR OPA ao BCP Há 3 semanas


è claro que se OS CHINESES puderem OPAR o BCP por 0.40 não o IRÃO FAZER por 0.50 eles de PARVOS não TÊM NADA ao contrário dos PORTUGUESES que são BURROS que nem UMA PORTA ainda não ENTENDERM porque os shorts TÊM aumentado

AQR Capital Management, LLC = FOSUN Há 3 semanas



VOÇÊS ACORDEM não SEJAM BURROS TODA A VIDA isto da : AQR Capital Management, LLC é para INGLÊS ver não sejam BURROS o MILENIUM BCP VAI DAR UM SALTO muito em BREVE até aos 0.50 ACORDEM eles QUEREM a TOTALIDADE do BCP