Obrigações Juros negoceiam abaixo dos 2,4% pela primeira vez desde 2015

Juros negoceiam abaixo dos 2,4% pela primeira vez desde 2015

As taxas de juro implícitas na dívida nacional estão a descer e a renovar mínimos de 2015, ainda a beneficiar da decisão da Standard & Poors de retirar o rating de Portugal do "lixo".
Juros negoceiam abaixo dos 2,4% pela primeira vez desde 2015
Sara Antunes 19 de setembro de 2017 às 08:33
A taxa de juro implícita na dívida nacional está a descer 4,2 pontos base para 2,393%, o que corresponde ao valor mais baixo desde 3 de Dezembro de 2015. Na última sessão a queda tinha sido muito pronunciada, com a taxa de juro a recuar 36,8 pontos, o que corresponde à maior queda desde Fevereiro de 2016.

Esta queda fez descer o prémio de risco da dívida nacional face à alemã para 195,4 pontos, descendo assim da fasquia de 200 pontos base pela primeira vez desde Dezembro de 2016.

O mercado reagiu assim em forte alívio à decisão da Standard & Poor's, que surpreendeu o mercado, ao retirar o "rating" do país de um patamar considerado de "lixo". Esta decisão assume uma importância vital porque há gestores de activos que estão impedidos de alocar mais do que uma pequena porção da carteira de investimento a obrigações classificadas como "lixo" pelas principais agências de "rating".

Esta decisão deverá ajudar Portugal, bem como as cotadas nacionais nas emissões de dívida, podendo ter acesso a condições de financiamento menos penosas. Apesar da melhoria das perspectivas para Portugal, depois desta decisão da S&P, o foco já está na decisão da Fitch em Dezembro, que servirá como uma prova dos nove sobre Portugal.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
surpreso Há 1 dia

Estão a 2,427,mas para este pasquim "xuxa" é tudo uma festa,Desceram 0,37 e a Espanha 0,88

BCP : 3 cães de volta do mesmo OSSO Há 1 dia

SANTANDER SONANGOL e FOSUN são apenas 3 dos várias EMPRESAS que andam a sobrevoar o BCP que continua ao preço da UVA MIJONA a qualquer altura poderá aconteçer o LANÇAMENTO de UMA OPA e lá vai o BCP para os ESTRANJEIROS

pub