Obrigações Juros portugueses sobem pela quarta sessão após rápido alívio da DBRS

Juros portugueses sobem pela quarta sessão após rápido alívio da DBRS

Os juros da dívida portuguesa a dez anos já atingiram o valor mais alto em mais de duas semanas, enquanto os alemães negociaram em máximos de Maio.
Juros portugueses sobem pela quarta sessão após rápido alívio da DBRS
Rita Faria 28 de Outubro de 2016 às 17:19
A DBRS teve um efeito de curta duração na negociação da dívida portuguesa. Depois do alívio registado na segunda-feira – após a DBRS ter mantido o rating de Portugal num patamar de investimento – os juros das obrigações nacionais subiram esta sexta-feira, 28 de Outubro, pela quarta sessão consecutiva.

A ‘yield’ associada à dívida a dez anos avançou 5,4 pontos base para 3,338%, tendo chegado a disparar até aos 3,401%, o valor mais elevado desde 12 de Outubro. No prazo a cinco anos, o agravamento foi de 6,2 pontos base para 1,877%.

A tendência estendeu-se à generalidade dos países da Zona Euro, onde a subida dos juros se acentuou depois da divulgação dos dados sobre a inflação na Alemanha. Segundo as estimativas do Destatis, harmonizadas com a União Europeia,  a taxa de inflação na Alemanha aumentou 0,7% em Outubro face ao período a igual período do ano passado, o ritmo de crescimento mais elevado desde Outubro de 2014.

Dado o peso da Alemanha no conjunto da Zona Euro, e a relação entre a evolução da inflação e a manutenção das medidas não convencionais do BCE, a subida dos preços na maior economia da Europa torna mais provável a aproximação da inflação à meta de 2% do BCE e, consequentemente, a redução dos estímulos.

Em Espanha, os juros associados às obrigações a dez subiram 3,4 pontos para 1,231% e, em Itália, avançaram 5,3 pontos para 1,585%.

Dívida alemã com pior mês desde 2013

A dívida alemã deverá completar, em Outubro, o seu pior mês desde 2013, devido à crescente especulação de que os grandes bancos centrais estão mais próximos de reduzir os estímulos. 

Contrariando a tendência dos parceiros do euro, a ‘yield’ das bunds germânicas a dez anos desceu 0,3 pontos para 0,167%. Ainda assim, os juros chegaram a tocar nos 0,217% esta sexta-feira, o valor mais alto desde o início de Maio. A 6 de Julho, a ‘yield’ atingiu o valor mais baixo de sempre, nos -0,205%.

Luis Maria Linde, membro do conselho do BCE, admitiu esta quinta-feira que "há uma discussão em curso" sobre a redução gradual do programa de compra de activos "porque não podemos ir de um certo valor a zero, em 24 horas".

Ainda assim, o também governador do Banco de Espanha garantiu que as medidas não convencionais só serão retiradas quando "a situação normalizar", ou seja, quando a taxa de inflação se aproximar da meta de 2% do banco central. 



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Os trolls andam a trabalhar e a fugir aos impostos, ou achas que temos cara de quem quer pagar as asneiras do António Costa?

comentários mais recentes
Montrond Há 1 semana

É bem possível que um dos responsáveis por estas subidas de juros seja o execrável ministro das finanças alemão, Schäuble, pelas suas incendiárias declarações contra a política seguida pelo legítimo Governo de António Costa. Não há quem meta uma rolha de cortiça na boca desse asno?

Mariana Vivas Há 1 semana

Vão superar os 4% e não falta assim tanto tempo para isso.

Anónimo Há 1 semana

Os trolls andam a trabalhar e a fugir aos impostos, ou achas que temos cara de quem quer pagar as asneiras do António Costa?

Anónimo Há 1 semana

Os juros a subir e os pafs não comentam ? Onde é que andam os trolls ?

pub
pub
pub
pub