Câmbios Libra afunda para mínimos de três meses com receios em torno do Brexit

Libra afunda para mínimos de três meses com receios em torno do Brexit

A moeda britânica está a reflectir as notícias de que Theresa May se prepara para anunciar um plano para um Brexit "duro". A porta-voz da governante já garantiu que se trata de "especulação".
Libra afunda para mínimos de três meses com receios em torno do Brexit
Bloomberg
Rita Faria 16 de janeiro de 2017 às 10:04

Os receios em torno do Brexit estão, mais uma vez, a tirar força à libra britânica, que já atingiu esta segunda-feira, 16 de Janeiro, o valor mais baixo dos últimos três meses.

A moeda do Reino Unido está a reflectir as notícias avançadas pela imprensa britânica no fim-de-semana dando conta de que a primeira-ministra do Reino Unido vai revelar os seus planos para um Brexit "duro" esta terça-feira.

A libra desce 0,91% para 1,2071 dólares, depois de já ter caído um máximo de 1,61% esta manhã para 1,1986 dólares, o valor mais baixo desde 7 de Outubro.

A descida da moeda acabou por se travada pelos comentários da porta-voz de Theresa May, esta manhã, que assegurou que as notícias avançadas pelos meios de comunicação são "especulação".

Segundo a imprensa, nomeadamente o Sunday Times, a chefe do Executivo britânico Theresa May, vai sinalizar na terça-feira a opção por uma saída da União Europeia que passa pelo fim do acesso ao mercado único europeu, por abandonar a união aduaneira nas áreas de controlo da imigração e deixar de estar sob a jurisdição do Tribunal Europeu de Justiça.

Questionada sobre se os mercados estão certos em esperar esta indicação por parte da primeira-ministra, a porta-voz da governante respondeu apenas que se trata de "especulação".




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Andreia Sousa Há 6 dias

Tiago Sousa

Manuel Martins Há 6 dias

Boa, para os espertos,!!!!

pub
pub
pub
pub