Câmbios Libra atinge mínimos de mais de 30 anos face ao dólar

Libra atinge mínimos de mais de 30 anos face ao dólar

A moeda britânica já esteve a valer 1,2757 dólares na manhã desta terça-feira,o valor mais baixo desde Junho de 1985. A divisa é penalizada pelo anúncio da saída do Reino Unido da União Europeia, com início aprazado para Março do próximo ano.
Libra atinge mínimos de mais de 30 anos face ao dólar
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 04 de Outubro de 2016 às 08:39
Desde Junho de 1985 que a moeda britânica não apresentava um valor tão baixo em relação ao dólar. Esta terça-feira de manhã, a moeda de Sua Majestade tocou mínimos de mais de 30 anos, a cair 0,66% para valer 1,2757 dólares, numa altura em que permanecem incertezas sobre os efeitos da saída do Reino Unido da União Europeia e depois de o Governo britânico ter apontado o final de Março de 2017 como data para o arranque das negociações do "Brexit".


No domingo, a primeira-ministra Theresa May anunciou que ia informar o Partido Conservador sobre a decisão de activar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, que desencadeia o início do processo formal de desvinculação da União Europeia, na sequência da vitória do Sim à saída, no referendo de 23 de Junho.

 

Se o artigo for accionado nesse mês de Março, o Reino Unido poderá ficar fora da União Europeia em 2019, findo o período de dois anos relativos aos processos de saída de um Estado-membro. No entanto, esse processo anos pode prolongar-se se o Reino Unido e os outros países comunitários não chegarem a um acordo unânime.

Embora "a recente queda na libra reflicta parcialmente as preocupações com a perspectiva de uma saída difícil da União Europeia, a depreciação da moeda deve continuar a amortecer o impacto económico da decisão de deixar a União Europeia," consideram analistas da Capital Economics citados pelo Financial Times.

Já esta manhã a governante, em declarações no programa Good Morning Britain da estação de televisão ITV, defendeu a necessidade de ter prazos claros para a realização das negociações de desvinculação, em nome da previsibilidade. "As empresas e as pessoas aqui no Reino Unido querem algum grau de clareza em relação ao calendário. (...) Quero dar maior certeza às pessoas para que tenhamos uma entrada suave nessas negociações."

No final de Setembro a moeda britânica completou o quinto trimestre consecutivo de depreciação, naquela que foi a maior série de quedas também das últimas três décadas. A beneficiar das quedas da libra estão as negociações dos títulos na bolsa britânica, que lidera os ganhos na Europa ao avançar quase 1% para máximos de Abril de 2015.

(Notícia actualizada às 8:58 com mais informação)




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 04.10.2016


A MALTA DA ESQUERDA É COMPOSTA POR DOIS GRUPOS:

1 - Os LADRÕES (Inclui os FP e seus pensionistas): que andam a encher os bolsos à custa dos portugueses;

2 - Os BURROS: que ajudam os anteriores a roubar o povo, em nome da ideologia.

comentários mais recentes
A verdade 04.10.2016

Milhares de jovens portugueses fugiram para a G.B. pq o Coelho os empurrou.Ficaram os velhos,os polícias,a Asae,a AT,os políticos e os outros F.P. (que não produzem riqueza)Os restantes, cerca de 3 milhões de pessoas(do privado), têm como "obrigação" sustenta-los .

Anónimo 04.10.2016


A MALTA DA ESQUERDA É COMPOSTA POR DOIS GRUPOS:

1 - Os LADRÕES (Inclui os FP e seus pensionistas): que andam a encher os bolsos à custa dos portugueses;

2 - Os BURROS: que ajudam os anteriores a roubar o povo, em nome da ideologia.

José André Rosa 04.10.2016

Eles sao parvos nao ... se a libra e' forte nao concorre com o mercado global .... nos e' que somos uns grandes ricaços de carteira vazia.

Andreia Sousa 04.10.2016

Tiago Sousa

pub
pub
pub
pub