Mercados Lucros da Euronext aumentam 14% em 2016. Metade vai para os accionistas

Lucros da Euronext aumentam 14% em 2016. Metade vai para os accionistas

A redução dos custos permitiu à gestora da bolsa de Lisboa conter o impacto da quebra das receitas no EBITDA, num ano marcado por alguns picos de volatilidade. A empresa quer aumentar o dividendo para 1,42 euros.
Lucros da Euronext aumentam 14% em 2016. Metade vai para os accionistas
Bloomberg
Rita Faria 15 de fevereiro de 2017 às 07:40

A Euronext fechou o ano de 2016 com lucros de 197 milhões de euros, o que representa uma subida de 14,1% face aos 172,2 milhões do ano anterior.

Em comunicado divulgado esta quarta-feira, 15 de Fevereiro, a gestora das bolsas de Paris, Bruxelas, Amesterdão e Lisboa explica que a redução dos custos permitiu anular o impacto negativo da quebra das receitas no EBITDA, num ano marcado por alguma incerteza e picos de volatilidade, relacionados sobretudo com o referendo sobre o Brexit e com as eleições presidenciais nos Estados Unidos.

"O ano de 2016 foi marcado por uma tendência decrescente da volatilidade (…) com alguns picos de volatilidade em torno do referendo britânico em Junho e das eleições dos EUA em Novembro. A incerteza contínua também resultou em baixa actividade nos mercados primários", concretiza a Euronext, no comunicado.

Como consequência, as receitas totalizaram 496,4 milhões de euros, uma quebra de 4,3% face a 2015, que foi o ano mais forte desde 2008, tanto em termos de volumes de negociação como em termos de actividade dos mercados primários.

Os custos operacionais excluindo depreciações e amortizações caíram 9,4% para 212,5 milhões de euros, um resultado que a gestora de mercados de capitais atribui à execução do plano estratégico de redução de custos desde o segundo trimestre de 2016.

"Este foco nos custos permitiu conter o impacto da redução das receitas sobre o EBITDA, que se manteve estável em 2016, em 283,9 milhões de euros, representando uma margem de 57,2%", informa a Euronext.

Perante o crescimento dos resultados líquidos – que se traduzem num lucro por acção de 2,83 euros - a Euronext pretende aumentar o montante a distribuir aos seus accionistas.

"Em linha com a política de dividendos, será proposto o dividendo de 1,42 euros por acção para aprovação na assembleia geral a 19 de Maio, o que representa um aumento de 14,5% face ao dividendo de 1,24 euros por acção pago no ano passado", remata a gestora.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub