Luis Guindos: Juros da dívida não são "sustentáveis"
14 Junho 2012, 13:53 por Hugo Paula | hugopaula@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
O ministro da Economia espanhol disse que os níveis dos juros de Espanha não são "sustentáveis", numa altura em que tocaram níveis recorde, acima dos 7%. Guindos apela, no entanto, à calma.
Para Luis de Guindos, o actual nível dos juros em Espanha não é sustentável. Ainda assim, o ministro da Economia do país disse que “o Governo quer transmitir uma mensagem de calma”, segundo declarações feitas à saída do parlamento em Madrid.

“Temos o apoio dos nossos parceiros europeus”, salientou o ministro espanhol, depois de a Moody’s ter cortado, ontem, o “rating” da dívida espanhola de “A3” para “Baa3”.

O apelo à calma foi feito num dia em que as taxas de juro implícitas na dívida espanhola a 10 anos superaram a fasquia de 7%, segundo os jornais “Expansión” e “Cinco Días”. O prémio de risco da dívida espanhola face atingiu os 550 pontos base face ao nível dos juros que os investidores cobram para financiar a Alemanha.

Actualmente, os juros de Espanha nesta emissão estão a subir 21,9 pontos base para 6,792%, segundo as taxas genéricas da Bloomberg para o mercado secundário. Na emissão a dois anos a subida é de 19,6 pontos base para 5,106% e no prazo de cinco anos, os juros sobem 22,8 pontos base para 6,303%.

Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: