Bolsa Macy’s afunda mais de 14% após anunciar despedimentos e fecho de 68 lojas

Macy’s afunda mais de 14% após anunciar despedimentos e fecho de 68 lojas

A cadeira de lojas norte-americana anunciou que vai encerrar 68 lojas este ano e eliminar até 10 mil postos de trabalho. As medidas fazem parte de um plano de reestruturação anunciado em Agosto.
Macy’s afunda mais de 14% após anunciar despedimentos e fecho de 68 lojas
Rita Faria 05 de janeiro de 2017 às 17:49

As acções da Macy’s estão a afundar mais de 14% em Nova Iorque, depois de a retalhista ter anunciado que vai fechar 68 lojas este ano e cortar até 10 mil postos de trabalho, no âmbito de um plano de reestruturação que foi anunciado em Agosto.

As 68 lojas que a cadeira norte-americana pretende fechar este ano são apenas uma parte dos 100 encerramentos previstos no plano de corte de custos, em resposta à queda das vendas.

"Vamos encerrar os estabelecimentos que já não são produtivos, devido à mudança do panorama das vendas a retalho", afirmou Terry Lundgren, presidente da Macy’s, citado pela AFP.

As medidas anunciada esta quinta-feira deverão gerar poupanças de 550 milhões de dólares a partir de 2017, dos quais 250 milhões serão reinvestidos pela empresa.

De acordo com o comunicado emitido pela Macy’s, citado pela imprensa internacional, o encerramento das lojas deverá ter um impacto de 575 milhões de dólares nas vendas do grupo este ano.

Os resultados anuais da cadeia norte-americana devem ser anunciados a 21 de Fevereiro. Segundo as suas últimas previsões, a empresa deverá registar uma queda nas vendas entre 2,5% e 3%.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub