Mercados Mais de 11 mil investidores compraram obrigações da Brisa (act)

Mais de 11 mil investidores compraram obrigações da Brisa (act)

Concessionária de auto-estradas encaixou 225 milhões de euros com emissão de obrigações, com a procura a superar a oferta em 15%.
Mais de 11 mil investidores compraram obrigações da Brisa (act)
A Brisa – Concessão Rodoviária encaixou 225 milhões de euros com a emissão de obrigações junto de particulares em Portugal.

Segundo os resultados da Oferta Pública de Subscrição de Obrigações “Brisa Concessão 2012-2014”, apurados hoje em sessão especial de bolsa, foram 11.417 os investidores que subscreveram as obrigações da concessionária de auto-estradas, sendo que a procura atingiu 114,74% da oferta.

Foram vendidas 225 mil obrigações, com um valor unitário de 1000 euros. O período de oferta das obrigações decorreu de 18 de Junho a 3 de Julho, sendo que a liquidação física e financeira acontece a 6 de Julho.

O montante inicial que a Brisa previa emitir era de 150 milhões de euros, mas a companhia decidiu, a 27 de Junho elevar o valor para 225 milhões de euros, citando a elevada procura.

As obrigações pagam uma taxa de 6,25% e tem maturidade em 2014. Ao contrário da maioria das operações do género, esta emissão é de dois anos e cinco meses, e não de três anos.

A Brisa é mais uma das empresas portuguesas – depois de EDP, Semapa e Zon Multimédia – a optar pela colocação de dívida a particulares, numa tentativa de obter financiamento e de diversificação, também, das fontes de financiamento.Esta semana arrancou a emissão de dívida de 100 milhões da Sonae e também a de 250 milhões da Portugal Telecom. A primeira paga 7% e a segunda 6,25%.

(notícia actualizada às 17h05 com mais informação)



A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
asCeta4p4jzv 24.11.2016

http://avodart-online.science/ - avodart online http://albuterolsulfateinhalationsolution.review/ - albuterol tabs http://costofcialis.us/ - cialis coupon

asCetag5ll7p 08.11.2016

http://buybaclofen.gdn/ - buy baclofen http://nexium-otc.trade/ - nexium otc http://generic-propecia.gdn/ - generic propecia http://ampicillin-online.party/ - where to buy ampicillin

pinas 05.07.2012

NAO E MAU ESTE DINHEIRO SERVE PARA PAGAR OS DIVIDENDOS,QUE PROMETERAM E NAO PAGARAM, PORTUGAL ESTA A SAQUE E SAO SEMPRE OS MESMOS A ENSACAR,O DINHEIRO DOS OUTROS.

Filipe Acanto 05.07.2012

O juro líquido ronda os 2.4 a 2.5 % muito abaixo dos apregoados 6.25!!! Vá senhores jornalistas façam qualquer coisa pelo país, desmontem estas farsas que continuam a enganar os portugueses, afinal as obrigações rendem menos que a inflação e na verdade sendo apenas para guardar o dinheiro, os depósitos a prazo têm muito mais vantagens e são mais seguros. Basta de tanta farsa e mentira.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub