Bolsa Montepio dispara 46% no fecho

Montepio dispara 46% no fecho

A Caixa Económica não vê motivos para a maior subida da sua história. Um avanço de 46% que levou as unidades de participação a valerem 0,62 euros. Mais 0,20 euros do que na sessão anterior. O volume mantém-se em linha com a média.
Montepio dispara 46% no fecho
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 30 de maio de 2017 às 15:45

O Montepio disparou na Bolsa de Lisboa. As unidades da caixa económica subiram 46%, valendo 0,62 euros por título. É a cotação mais elevada desde Março do ano passado.

A valorização de 46,23% do fundo do Montepio é a mais expressiva desde o início da sessão, num dia em que o índice PSI-20 somou 1,02%. Na Bolsa de Lisboa, houve várias empresas a marcar subidas expressivas, como a Inapa, que avançou 8%, a Martifer, apreciou 10% e a Impresa, ganhou 5%. 

 

O Montepio registou a subida mais significativa no mercado nacional, ainda que até tenha caído durante a sessão. A partir das 14:00 começaram os ganhos. A cotação de fecho de 0,62 euros é a mais elevada desde Março de 2016. Aliás, desde Julho do ano passado que a caixa económica sob o comando de José Félix Morgado (na foto) não negociava acima dos 0,50 euros. Na segunda-feira, as unidades de participação valiam 0,424 euros. 

  

A subida não acompanha qualquer volume anormal. Foram trocadas, até às 15:30 da sessão desta terça-feira, cerca de 134 mil. No fecho, o volume ascendeu a 217 mil títulos. A média diária no último semestre é de 163 mil títulos. Ainda assim, é o volume mais elevado no espaço de uma semana.
 



Congelamento automático

Entretanto, durante a sessão, registaram-se paragens de dois minutos na negociação, nomeadamente entre as 15:25 e as 15:35, o que é habitual quando há variações expressivas na cotação. Segundo explicou ao Negócios a gestora da Bolsa de Lisboa, a Euronext, o sistema procede a um congelamento automático das transacções em torno de uma empresa quando há uma variação superior a 10% face ao valor de fecho anterior (0,423 euros) ou quando é 2% acima do negócio anterior durante a sessão.

 

Não foi divulgada qualquer informação relevante sobre o Montepio esta terça-feira. Contudo, a caixa económica tem estado a ser alvo de inúmeras notícias. Uma delas dá conta que, até Junho, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa espera estudar um eventual investimento no Montepio, sobre o qual não há novidades.

 

A Montepio Geral - Associação Mutualista é a dona da caixa económica, que tem o fundo cotado em bolsa. Este fundo vai acabar quando for confirmada a transformação em sociedade anónima da caixa, com as unidades de participação a serem convertidas em acções do Montepio. Efectivando-se essa mudança, que aguarda o registo em conservatória, a mutualista passa a ter 95% da caixa, ficando o restante capital nas mãos dos titulares de unidades de participação. 

"Como é óbvio não há comentários sobre variações em bolsa", foi o comentário feito pela Caixa Económica Montepio Geral quando contactada.

A CMVM, que tem como função acompanhar a evolução do mercado, "pediu esclarecimentos" à instituição, segundo confirmou o regulador, que adianta ainda que a "caixa económica diz não ter informação que possa justificar a subida". 

Apesar da valorização, as unidades de participação valem praticamente metade do valor a que foram admitidas à negociação, quando valiam 1 euro. 




 

(Notícia actualizada com informações actualizadas com o fecho de mercado pelas 16:45)




A sua opinião14
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 30.05.2017

Já anunciaram o despedimento de colaboradores em excesso desnecessários e definiram o número de agências a encerrar?

comentários mais recentes
Ehehe 31.05.2017

Tudo a manipular e a roubar à descarada, é ver quem ficou hoje milionário

Desanimado 30.05.2017

Ninguém acha isto muito mas muito estranho???

Skizy 30.05.2017

Para já um disparo apenas visual, devido ao baixo volume de negociação (pouco mais de 110 mil euros na sessão), onde a maior transação de todo o dia não chegou ao valor de 7600€!

Pedro 30.05.2017

Isto è um exemplo para os agoirentos que já tinham enterrado o montepio mas é prova dada que o montepio esta ai para dar luta.
Os seus presidentes tanto da associação mutualista como a caixa económica é que tem razão.

ver mais comentários
pub