Obrigações Moody’s mantém Novo Banco em vigilância negativa e alerta para perdas dos credores

Moody’s mantém Novo Banco em vigilância negativa e alerta para perdas dos credores

A Moody’s anunciou que vai estender o período de avaliação ao “rating” do Novo Banco, com implicações negativas, até ter dados sobre a conclusão da oferta de recompra de dívida. E alerta para o risco de liquidação caso a oferta de compra de dívida falhe.
A carregar o vídeo ...
Rui Barroso 26 de julho de 2017 às 14:47

Os analistas da Moody’s avisam que, se a operação de recompra de dívida anunciada esta semana pelo Novo Banco não for bem-sucedida, existe "um aumento do risco de uma resolução ou liquidação do banco e de consequentes perdas para os credores seniores". E a agência decidiu estender o período de avaliação ao "rating" do Novo Banco até ter visibilidade sobre o desfecho e conclusão" desta operação, revelou num comunicado divulgado esta quarta-feira, 26 de Julho.

Desde 5 de Abril que a agência tem a notação do banco liderado por António Ramalho sob vigilância com implicações negativas. O resultado dessa análise está dependente do sucesso da operação de gestão da dívida que terá de gerar uma solidez de 500 milhões de euros para a Lone Star poder completar a compra do Novo Banco.

Actualmente o "rating" dado à dívida do Novo Banco é de Caa2, o oitavo nível de "lixo", que sinaliza vulnerabilidade na qualidade de crédito da entidade. Já o "rating" de depósitos é de Caa1, o sétimo nível de "lixo". A Moody’s justifica o "rating" de Caa2, em revisão para mais descidas, com a perspectiva que a operação de gestão dos passivos provocar perdas nos obrigacionistas.

 

E a Moody’s refere que a oferta feita pelo Novo Banco infligirá perdas superiores ao pressuposto pelo actual "rating", o que reforça a vigilância negativa de que a notação está a ser alvo. "Tendo em conta os termos e as condições da oferta, as perdas para os investidores podem ser potencialmente superiores que o intervalo de entre 10% a 20% indicado pelo nosso ‘rating’ de Caa2, reforçando a actual revisão para mais descidas".

 

A agência explica que "na conclusão da avaliação ao ‘rating’, a Moody’s irá considerar o potencial de perdas adicionais para estes investidores, baseado no grau de aceitação da oferta, assim como do preço de recompra que será aplicado às obrigações afectadas".

 

E acrescenta que o período de vigilância negativa "reflecte também o risco de perdas maiores que o esperado para os obrigacionistas caso o Novo Banco falhe em recapitalizar-se num mínimo de 500 milhões de euros através o exercício de gestão de passivo. Isso significaria uma quebra no acordo de venda à Lone Star e um risco mais elevado do Novo Banco ser alvo de um resolução ou de uma liquidação". 


(notícia em actualizada às 14:55 com mais informação)




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Cheira a ranso 26.07.2017

Ainda não venderem essa lixeira só para manter os salários chorudos de certos vigaristas. O mesmo acontece com a CGD. Vão-se todos fdr em vez de mamarem nos contribuintes.

surpreso 26.07.2017

Ninguèm vai liquidar um banco que vale 12 a 15 porcento do mercado.O que têm é de recomeçar o processo de Resolução,evitando o fiasco criado por este governo

Anónimo 26.07.2017

Trabalho diariamente com Diários da República. Havia de ver a 1 mês de eleições legislativas os PSD/CDS a ocuparem cargos dirigentes por 5 anos só para depois mamarem a indemnização. Vá ver os DR de Setembro de 2015. Vai ficar parvo.

BCP AMANHÃ CAI -- LHES OS CORNOS 26.07.2017

AQUELES QUE HOJE ANDAM A MARRAR O BCP 2% PARA BAIXO AMANHÃ COM OS SEU SUPER RESULTADOS VÃO VÊ -- LO SUBIR 8 % PARA CIMA ATÉ OS CORNOS LHES VÃO CAIR E VÃO PASSAR o FIM DE SEMANA ENCHARCADOS EM XANAXES

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub