Bolsa Morgan Stanley paga 12,2 milhões por erros de facturação

Morgan Stanley paga 12,2 milhões por erros de facturação

No total, os erros afectaram mais de 149 mil clientes, levando a que o banco tenha recebido 16 milhões de dólares (15 milhões de euros) a mais em comissões entre 2002 e 2016.
Morgan Stanley paga 12,2 milhões por erros de facturação
Bloomberg
Negócios 13 de janeiro de 2017 às 19:30

O banco norte-americano Morgan Stanley vai pagar 13 milhões de dólares (12,2 milhões de euros à cotação actual) para encerrar um processo judicial desencadeado por sobrefacturação de clientes da área de gestão de fortunas.


O polícia de mercados (a SEC, Securities and Exchange Commission) anunciou o pagamento esta sexta-feira, 13 de Janeiro, acrescentando que o banco violou regras de custódia dos bens dos investidores, embora a instituição não tenha reconhecido oficialmente responsabilidade.

Segundo a Reuters, uma porta-voz do banco assegurou que todos os clientes lesados foram ressarcidos e que a instituição melhorou os seus procedimentos de controlo. No total, os erros afectaram mais de 149 mil clientes, levando a que o banco tenha recebido 16 milhões de dólares a mais em comissões entre 2002 e 2016.

Há menos de um mês, o banco acordou pagar mais 7 milhões de euros para fechar um outro processo em que usava dinheiro dos clientes nas actividades de negociação para reduzir os custos de financiamento da instituição.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Ate o banco percebeu que andar em rodeios so o prejudica.O resultado final peca por haver aqui um favorecimente ao lesador.

pub