Bolsa Navigator e Altri sobem mais de 3% após nota de análise

Navigator e Altri sobem mais de 3% após nota de análise

As acções da Navigator e da Altri subiram mais de 3%, com os investidores a reflectirem a nota de análise divulgada esta quinta-feira pelo Haitong.
Navigator e Altri sobem mais de 3% após nota de análise
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 24 de Novembro de 2016 às 17:41

A Navigator subiu esta quinta-feira 3,48% em bolsa, para 2,854 euros, tendo trocado de mãos mais de dois milhões de acções, uma liquidez bastante acima da média diária de acções transaccionadas desta empresa, que nos últimos seis meses foi de pouco mais de 830 mil títulos.

 

A Altri teve um comportamento semelhante. As acções subiram 3,29% para 3,55 euros, tendo negociado 835,8 mil títulos quando a média diária dos últimos seis meses é de 393,7 mil.

 

Este comportamento das acções do sector de pasta de papel surgiram no dia em que o Haitong emitiu uma nota de análise onde reviu em alta os preços-alvo destas duas empresas.

 

"Actualizámos a Altri e Ence de ‘neutral’ para ‘comprar’ devido ao fortalecimento do dólar e aos sinais de que os preços da pasta de papel possam ter atingido os mínimos", afirma Nuno Estácio, analista do Haitong na nota a que o Negócios teve acesso. "Para a Navigator mantemos [a recomendação de] comprar e aumentámos o preço-alvo em 11% para 4,20 euros", adianta.

 

Na verdade, o banco de investimento elevou a avaliação das três cotadas. Além da subida da Navigator, ex-Portucel, o Haitong elevou em 33% o preço-alvo da Altri, para 4,00 euros, e em 13% o da Ence, para 2,70 euros.

 

"A estabilização dos preços [da pasta] justifica-se pela oferta mais baixa do que anteriormente estimado para o primeiro semestre de 2017; os primeiros sinais de redução da capacidade; e o desconto médio bastante superior face à madeira macia", sublinha o analista.

 

Além destas questões, "a forte subida do dólar também ajuda os produtores de pasta europeus a anular o efeito dos preços da pasta mais baixos, já que têm a maior parte dos custos registados em euros enquanto o preço de venda é definido em dólares".

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Ellie Há 1 semana

You've captured this perelctfy. Thanks for taking the time!

Anónimo Há 2 semanas

sem querer tirar o entusiasmo, mas costumo desconfiar quando começam a falar. Depois destas subidas dos últimos dias, acho bem que uma correção estará iminente. Porque vêm as análises depois das subidas?

INVESTIDOR Há 2 semanas

NAVIGATOR. HÁ 2 MESES QUE ANDO A GRITAR, PARA COMPRAREM NAVIGATOR, MUITOS OUVIRAM , MAS PODIA TER SIDO MAIS, ESTA EMPRESA É DAS MELHORES DO PS-DESGRAÇA, VAMOS CONTINUAR A REFORÇAR,

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub