Dividendos Navigator paga dividendo a 6 de Junho e reservas livres a 5 de Julho

Navigator paga dividendo a 6 de Junho e reservas livres a 5 de Julho

As acções da papeleira deixam de conferir direito ao dividendo de 0,2371 euros a partir de 2 de Junho, inclusive, anunciou esta quinta-feira o The Navigator Group.
Navigator paga dividendo a 6 de Junho e reservas livres a 5 de Julho
Miguel Baltazar/Negócios

O The Navigator Group vai começar a pagar o dividendo bruto de 0,2371 euros por acção no dia 6 de Junho, anunciou esta quinta-feira, 25 de Maio, a empresa em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). De acordo com o mesmo documento, as acções deixam de conferir direito a dividendo no dia 2 de Junho, inclusive.

Já a distribuição de 80 milhões de euros em reservas livres aos detentores de acções (0,11158 euros brutos por título) inicia-se a 5 de Julho, deixando as acções de dar direito a receber esta remuneração a 3 de Julho, inclusive.

No total, a empresa liderada por Diogo da Silveira (na foto) distribui, via dividendos e reservas livres, 250 milhões de euros aos seus accionistas, tal como tinha sido aprovado esta quarta-feira em assembleia-geral.

Ambos os pagamentos serão liquidados através do Millennium bcp. Consoante a retenção seja feita em sede de IRS ou IRC, o montante do dividendo líquido ficará em 0,17783 euros ou 0,17071 euros, respectivamente. No caso das reservas distribuídas, o valor líquido será de 0,08369 euros ou 0,08034 euros.

A empresa controlada pela família Queiroz Pereira pagará assim aos accionistas um total de 250 milhões de euros, ou 34,868 cêntimos por acção, o que representa um aumento de 49% face à remuneração do ano passado.

As acções da Navigator encerraram o dia a valorizar 0,43% para 4,01 euros.


A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 dia

É uma empresa que tem sido levada ao colo pelo Estado desde que foi fundada. Está repleta de ineficiências e excedentarismo. A gestão é medíocre ou apática e os colaboradores capturaram a organização. Podia dar 3 vezes mais lucro com metade dos colaboradores actuais. Podia inovar e expandir-se na criação de valor em inúmeras outras áreas de negócio tornado-se ainda maior e transformando-se num verdadeiro potentado que puxasse pela economia portuguesa no seu todo. Não é nada disso. Faz lembrar o monstro de corrupção, obscuridade, promiscuidade estatal e desperdício em que se tornaram algumas das maiores empresas brasileiras. E todos sabem em que é que isso deu no Brasil...

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 dia

É uma empresa que tem sido levada ao colo pelo Estado desde que foi fundada. Está repleta de ineficiências e excedentarismo. A gestão é medíocre ou apática e os colaboradores capturaram a organização. Podia dar 3 vezes mais lucro com metade dos colaboradores actuais. Podia inovar e expandir-se na criação de valor em inúmeras outras áreas de negócio tornado-se ainda maior e transformando-se num verdadeiro potentado que puxasse pela economia portuguesa no seu todo. Não é nada disso. Faz lembrar o monstro de corrupção, obscuridade, promiscuidade estatal e desperdício em que se tornaram algumas das maiores empresas brasileiras. E todos sabem em que é que isso deu no Brasil...

Anónimo Há 1 dia

A Navigator é boa empresa desde que isenções fiscais e fundos públicos de apoio discricionários deixem de ser a regra e passem a ser menos do que uma excepção. Quando isso acontecer a empresa terá de optar por uma gestão lean assente na boa gestão de recursos humanos e no investimento em capital com elevada incorporação de tecnologia automática que eleve a produtividade da empresa para outros patamares. Em França e Itália, países com vastas áreas com óptimas condições para a plantação de eucalipto, em vez de importarem a esperteza saloia da plantação de eucalipto australiano mantiveram as florestas de pinheiro, castanheiro, aveleira e nogueira, criando uma mancha verde florestal de espécies autóctones rica em frutos secos e madeiras nobres de elevado valor comercial que vários sectores da indústria transformadora de alto valor acrescentado aproveitam, que apresenta muito maior diversidade e é económica, paisagística e ambientalmente muito mais interessante e auto-sustentável.

Anónimo Há 1 dia

Parece-me uma ação já com valor influenciado pelo dividendo, prova disso é a resistência nos 4€. Quando entrar em ex-div, cai a pique. Não compro com perspectiva de curto prazo, eventualmente a 2 ou 3 anos, mas ai temos melhor com taxa de retorno mais interessante.

Anónimo Há 1 dia

A ACAO COM MAIS HIPOTESE DE DUPLICAR O SEU VALOR DENTRO DE POUCO TEMPO E A MOTA ENGIL, JA ESTEVE A 6.00 EUROS, A NAVIGATOR E UMA BOA EMPRESA MAS TEM ESSE PROBLEMA DEPOIS DOS DIVIDENDOS BAIXA,A COTACAO

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub