Bolsa Nos dá segunda sessão de ganhos à bolsa nacional

Nos dá segunda sessão de ganhos à bolsa nacional

O PSI-20 abriu em alta ligeira e contraria a tendência negativa das principais bolsas europeias.  
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 21 de julho de 2017 às 08:16

A bolsa nacional abriu em alta, conseguindo contrariar as quedas ligeiras da Europa, devido à valorização das acções da Nos que estão a reagir em alta aos resultados apresentados na quinta-feira.

 

O PSI-20 avança 0,14% para 5.332,04 pontos, com 12 cotadas em alta, cinco em queda e duas sem variação.

 

As bolsas europeias registaram ontem uma sessão de alta ligeira, reagindo ao facto de o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, ter sinalizado que a autoridade monetária só vai debater a retirada de estímulos no Outono. As palavras de Draghi levaram o euro a atingir máximos de Agosto de 2015 e a uma descida das "yields" das obrigações soberanas europeias.

  

A Nos destaca-se na abertura da sessão com uma subida de 1,09% para 5,48 euros. A operadora anunciou ontem que fechou o segundo trimestre com um lucro de 40,4 milhões de euros, um aumento de 52,5% face ao período homólogo de 2016

 

Numa nota emitida esta manhã, o CaixaBI diz que os resultados da Nos foram "positivos", com "a empresa a aumentar o EBITDA da operação de Telecomunicações a um ritmo sólido (+4,9%) e a elevar a margem EBITDA para cima de 40%, apesar do aumento de custos relacionados com os conteúdos desportivos".

 

Ainda a impulsionar o PSI-20 está a EDP, que soma 0,33% para 3,00 euros, enquanto a EDP Renováveis segue um caminho contrário e cede 0,19% para 6,887 euros.  Os analistas do CaixaBI estimam que o resultado líquido da empresa liderada por Manso Neto tenha subido de 59 milhões de euros, no primeiro semestre de 2016, para 129 milhões, entre Janeiro e Junho deste ano.

 

Ainda na energia a Galp Energia avança 0,18% para 13,71 euros, enquanto no retalho a Jerónimo Martins desce 0,06% para 17,64 euros e a Sonae avança 0,51% para 0,983 euros.  

 

O Banco Comercial Português impede maiores ganhos no PSI-20 ao descer 0,24% para 0,2504 euros. Fora do índice, o BPI recua 0,1% para 1,05 euros, depois de ontem ter anunciado que gastou 91 milhões de euros para rescindir com 519 trabalhadores no programa de reformas antecipadas e de rescisões por mútuo acordo.




Saber mais e Alertas
pub