Mercados O que aconteceria às bolsas e às obrigações se fosse um líder mundial?

O que aconteceria às bolsas e às obrigações se fosse um líder mundial?

Se assumisse os comandos de uma das maiores economias do mundo e tivesse em mãos a política económica e monetária o que aconteceria?
O que aconteceria às bolsas e às obrigações se fosse um líder mundial?
Negócios 28 de Novembro de 2016 às 20:45

O UBS criou um jogo para aferir sobre quais as consequências que as decisões tomadas pelos líderes mundiais podem ter nos mercados de acções, obrigações e também na taxa de desemprego, défice, na dívida pública e no PIB.

O teste do banco de investimento suíço serve para perceber qual o grande tema que é a prioridade de cada um e as respectivas consequências na economia e nos mercados. Desde a subida da dívida e do défice pela aposta em infraestruturas e educação, até à subida dos mercados accionistas com a adopção de estímulos monetários.

E do cuidado que é necessário ter antes de se retirar os estímulos ou aumentar a despesa para não se provocar um "crash" no mercado de obrigações. Ou para prevenir que as próximas gerações vejam o fardo da dívida a pagar crescer.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub