Bolsa OPA do Montepio começa segunda-feira e estende-se até 8 de Setembro

OPA do Montepio começa segunda-feira e estende-se até 8 de Setembro

Os resultados da OPA que a mutualista do Montepio lançou sobre o fundo da caixa económica serão divulgados a 11 de Setembro. A oferta é de 1 euro por unidade de participação.
OPA do Montepio começa segunda-feira e estende-se até 8 de Setembro
Sábado
Diogo Cavaleiro 11 de agosto de 2017 às 18:56

A oferta pública de aquisição dos mutualistas sobre o Montepio começa esta segunda-feira, 14 de Agosto. A operação estende-se por quatro semanas, terminando a 8 de Setembro. Os resultados são conhecidos no dia 11 desse mês.

 

"O conselho de administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ("CMVM") deliberou registar a oferta pública de aquisição, geral e voluntária, anunciada preliminarmente pela Montepio Geral Associação Mutualista ("MGAM"), no dia 4 de Julho de 2017, sobre as unidades de participação representativas do fundo de participação da Caixa Económica Montepio Geral", indica o comunicado do regulador presidido por Gabriela Figueiredo Dias.

 

Segundo decidiu a CMVM, "a oferta decorrerá entre as 8h30 do dia 14 de agosto de 2017 e as 15h30 do dia 8 de Setembro de 2017, podendo as respectivas ordens de venda ser recebidas até ao termo deste prazo".

 

Contudo, quem der ordens de venda na OPA e depois queira voltar atrás tem um prazo mais apertado: "Os detentores das unidades de participação que aceitem a oferta poderão revogar as suas declarações de aceitação até às 23h59 do dia 3 de Setembro de 2017".

 

Dia 11, são divulgados os resultados, cujo apuramento está a cargo da gestora da bolsa nacional, a Euronext Lisbon.

OPA é sobre 14,57% 

 

Quando anunciou a operação, a associação detinha 73,5% do fundo, propondo-se a comprar os restantes 26,5%. Só que, desde aí, a mutualista já tem vindo a adquirir mais acções: neste momento, detém 85,43% do fundo, sendo que, portanto, a operação é apenas sobre 14,57% do fundo. 

A decisão da CMVM de registar a operação ocorre depois de esclarecer todas as suas dúvidas desde que a oferente, a mutualista liderada por António Tomás Correia, procedeu ao pedido de registo da operação. Já o alvo da oferta, o fundo da Caixa Económica Montepio Geral (presidida por José Félix Morgado), considerou a OPA como "amigável". 

 

  

(Notícia actualizada às 19:10 com mais informações) 






A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
OPA ao BCP segue dentro de momentos 11.08.2017

A SEGUIR é a OPA ao BCP pelo SANTANDER a 0.75 por ação

pub
pub
pub
pub