Mercados Pedro Rebelo de Sousa: "Quotas de género deveriam ser uma medida transitória"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Pedro Rebelo de Sousa: "Quotas de género deveriam ser uma medida transitória"

Pedro Rebelo de Sousa defende que a diversidade não deve ser encarada apenas na perspectiva do género.
Pedro Rebelo de Sousa: "Quotas de género deveriam ser uma medida transitória"
Miguel Baltazar
Rui Barroso 18 de Outubro de 2016 às 07:00

Há qualquer coisa que está errada na diversidade de género nos conselhos de administração. Mas a questão da diversidade não se deve circunscrever a essa questão, defende Pedro Rebelo de Sousa.

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda


A MALTA DA BANCARROTA II (O REGRESSO AO BURACO)

Com a nomeação de Costa, regressam em peso ao governo, os responsáveis pela bancarrota de 2011...

só falta mesmo o padrinho Sócrates, que comanda tudo nos bastidores.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas



Os ladrões de esquerda

PS - PCP - BE -- ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO


NOVAS PENSÕES MÍNIMAS SERÃO SUJEITAS A PROVA DE RENDIMENTO...

para se gastar mais dinheiro com os subsídios às pensões douradas da CGA.


(As pensões da CGA são subsidiadas em 500€, 1000€, 1500€ e mais, por mês.

Estas pensões sim, devem ser sujeitas a condição de recursos.

E não as mínimas.)


Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda


A MALTA DA BANCARROTA II (O REGRESSO AO BURACO)

Com a nomeação de Costa, regressam em peso ao governo, os responsáveis pela bancarrota de 2011...

só falta mesmo o padrinho Sócrates, que comanda tudo nos bastidores.

Manta Routa Há 2 semanas

A os estúpidos e muito vigaristas não, pode ser porque já lá estão, ou já lá estiveram

Luís Há 2 semanas

Quotas é patético - parece quase uma coisa de contingentação animal. Quem é bom é bom, ponto!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub