Mercados Perda de vigor da Apple retira gás às bolsas americanas

Perda de vigor da Apple retira gás às bolsas americanas

Os mercados accionistas dos EUA fecharam praticamente inalterados, com a Apple a ofuscar um pouco a expectativa de um alívio na crise europeia.
Carla Pedro 21 de Setembro de 2012 às 21:54
As praças do outro lado do Atlântico encerraram mistas. Por um lado, foram animadas pela notícia de que Espanha e a Comissão Europeia estarão a negociar um pacote de reformas económicas que poderá levar a um resgate daquele país. Por outro lado, a Apple, que quase anulou os ganhos do dia, acabou por também fazer esmorecer os ânimos dos investidores.

O índice industrial Dow Jones terminou a ceder 0,13%, fixando-se nos 13.579,47 pontos, enquanto o Nasdaq somou 0,13% para 3.179,96 pontos. O S&P 500, por seu lado, cedeu 0,01%, para 1.460,15 pontos.

A Apple abriu em destaque pela positiva, animada pelo arranque das vendas do iPhone 5 nas lojas, e foi a vedeta do sector tecnológico na primeira parte da jornada. No entanto, acabou por fechar a subir apenas 0,2%, o que defraudou um pouco as expectativas.

Ainda no sector tecnológico, a Google e a Amazon.com negociaram no verde, depois de o Deutsche Bank ter recomendado a compra das suas acções.

Em contrapartida, a Research In Motion (RIM, fabricante do Blackberry) perdeu terreno, depois de a Sky ter reportado problemas no Blackberry que afectaram clientes na Europa, Ásia e África. Tal como no ano passado, a RIM teve problemas com o Blackberry ao mesmo tempo em que era lançado um novo iPhone.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
asCetass2453 Há 2 semanas

http://ventolin-inhaler.bid/ - no prescription ventolin hfa http://buyelimite.online/ - buy elimite http://doxycycline-mono.party/ - doxycycline http://tetracyclinecost.science/ - tetracycline

asCetaugrka8 Há 3 semanas

http://buydiflucanonline.top/ - diflucan http://arimidexformen.cricket/ - arimidex sale http://trazodone-50mg.us/ - trazodone http://viagra-pill.trade/ - viagra pill http://clonidineonline.party/ - order clonidine online http://viagra-no-prescription.bid/ - viagra

joel 23.09.2012

Esta maçã podre é feita na China, dicis, mas em breve poderá ser em Portugal, na intenção do Passos. Acontece, porém, que a Samsung é que está a lixar os planos da apple, pelo que ainda há pouco se dizia, o grande êxito da Apple já é conhecido, pertence à Samsung, of course, feito ali ao lado, em Seul, da Coreia .

Dixit 22.09.2012

Esta maçã é produzida na China e nas imediações por vezes envolvendo mão de obra infantil segundo dizem, já para não mencionar que produzem sob condições miseráveis. Depois levam para a fabriqueta algures na Califórnia e colocam uma etiqueta e logo o preço inflaciona várias vezes.
Como se isto não bastasse junta-se mais uns fiascos à americonço e já está tem-se um GPS (Guia Para Saloios) com imagens e ruas distorcidas. Depois ainda copiam o relógio suíço dos Caminhos Ferro Suíços. Esta maçã podre vale quanto? Esterco.

pub