Bolsa Pesos pesados levam PSI-20 a valorizar quase 1%

Pesos pesados levam PSI-20 a valorizar quase 1%

A bolsa nacional está a reforçar os ganhos do início da sessão, em linha com as principais congéneres europeias. Com ganhos superior a 1%, a Jerónimo Martins, a Galp Energia e a Nos são as empresas que mais impulsionam.
Pesos pesados levam PSI-20 a valorizar quase 1%
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 19 de maio de 2017 às 11:58

A bolsa nacional está a acentuar a tendência positiva do início da sessão, com o PSI-20 a ganhar 0,91% para 5.119,58 pontos, depois de três sessões consecutivas de perdas. Das 19 cotadas que formam o principal índice nacional, 16 estão em alta, duas estão em queda e uma inalterada.

 

Na Europa, a tendência é igualmente positiva, com os principais índices a recuperarem da turbulência que abalou os mercados nos últimos dias. As perdas foram motivadas pelo clima de instabilidade e desconfiança que envolve o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e pelo escândalo de corrupção no Brasil, que poderá comprometer a continuação de Michel Temer na presidência.

 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, sobe 0,47% para 391,01 pontos, com todos os principais sectores em alta.

 

Por cá, os pesos pesados Jerónimo Martins e Galp Energia são as cotadas que mais animam o PSI-20. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos soma 1,08% para 17,38 euros, enquanto a sua congénere do sector, a Sonae, valoriza 1,09% para 93 cêntimos.

 

Esta evolução acontece depois de a empresa ter revelado que fechou os primeiros três meses do ano com lucros de oito milhões de euros, uma descida de 72% face ao período homólogo, que se justifica pelos ganhos não recorrentes que impactaram os resultados do primeiro trimestre de 2016.

 

Os analistas consideram que os resultados foram positivos, e reforçaram a sua visão optimista para a empresa.

 

Na energia, a Galp soma 1,41% para 14,065 euros, a EDP valoriza 0,74% para 3,011 euros e a EDP Renováveis desliza 0,20% para 6,965 euros.

 

A contribuir para a tendência positiva estão ainda a Nos, os CTT, a Corticeira Amorim e a Altri.

 

A operadora liderada por Miguel Almeida ganha 1,47% para 5,38 euros, no dia em que foi noticiado que a Anacom, regulador do sector de telecomunicações, aplicou uma coima à operadora no valor de 347,5 mil euros. 

 

A Corticeira Amorim ganha 1,99% para 11,035 euros, os CTT valorizam 1,23% para 5,365 euros e a Altri soma 2,7% para 4,179 euros. 




A sua opinião30
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ZÉ DO PIPO 19.05.2017

MEUS AMIGOS, estava quase em arriscar e dizer que segunda feira deve continuar a recuperação, digo isto porque ha muitos investidores a comprar quase no encerramento, bom sinal, era bom para nos aliviar deste stresse, que a recuperação continua-se, mais alguns dias, bom fim de semana, a todos,

O BCP... 19.05.2017

não dá mesmo para compreender... malditos "shortistas"...

ENRAB..esguicho 19.05.2017

Este manjerico não deve chegar á próxima sessão ,está nervoso demais, vai tomar uma caixa de calmantes e deixa os que querem estar neste mercado concentrados!

Pharol + OI Bulllllllllllll! 19.05.2017

Pharol e OI em forte diparo! Até dá gosto! Consultem a OIbr3 aqui https://br.investing.com/equities/brasil-telec-on e OIbr4 aqui https://br.investing.com/equities/oi-pn

ver mais comentários
pub