Mercados Petróleo encaminha-se para a maior semana de perdas em mais de 13 anos

Petróleo encaminha-se para a maior semana de perdas em mais de 13 anos

A matéria-prima segue esta manhã a negociar em terreno negativo e dirige-se para a maior semana de perdas em mais de 13 anos, penalizada pela especulação de abrandamento das economias dos Estados Unidos e da China.
Andreia Major 08 de junho de 2012 às 08:10
O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres e utilizado como referência às importações europeias, recua 1,65% para 98,28 dólares por barril. Em Nova Iorque, o barril de crude WTI, negociado na Nymex, cede 2,39% para 82,79 dólares por barril.

A matéria-prima encaminha-se para a maior semana de perdas em mais de 13 anos, pressionada pela especulação de que as economias dos Estados Unidos e da China, as maiores consumidores de crude do mundo, irão abrandar e travar a procura de combustível.

Nos Estados Unidos, os oficiais da Reserva Federal (Fed) precisam de avaliar o risco da crise da dívida na Europa e os cortes orçamentais nos Estados Unidos antes de decidir sobre os estímulos económicos, disse o Presidente da Fed, Bem Bernanke, citado pela Bloomberg.

Já a China irá divulgar um relatório com dados económicos amanhã, após ter cortado a taxa de juro de referência pela primeira vez desde 2008.

Os Estados Unidos e a China são os maiores consumidores de combustíveis do mundo, o que torna a matéria-prima bastante sensível aos períodos de abrandamento económico das economias.



A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.06.2012

Para mim "a maior semana de perdas em mais de 13 anos" é igual a nada, para mim que só noto o preço do gasóleo, os distribuidores estão a perder somente, e "perder", 10 cent, no máximo.
Portanto a alegria vai surgir quando a notícia passar a ser "o valor mais baixo em 13 anos" porque assim teremos, pelo menos teoricamente, de ter o preço sensivelmente igual ao que estava há 13 anos!

TL 12.06.2012

Manel zé deve ser uma pessoa infeliz, vir para um site comunicar que tem o gasoleo mais barato e não dizer como ou onde...chama-se a isto, chamar atenção...

Manel zé 12.06.2012

Aqui neste belo país a gasolina custa 0,20 e o gasóleo 0,15.
Eles dizem que foi Deus que lhes deu este maná e que vocês têm que pagar 10 vezes mais.
Se Deus assim decide, não há nada a fazer.
É comer e engolir.

omarsalgado 08.06.2012

"Um pais de BANANAS governado por SACANAS!"

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub