Matérias-Primas Petróleo em máximos de dois anos e meio com explosão em oleoduto na Líbia

Petróleo em máximos de dois anos e meio com explosão em oleoduto na Líbia

As cotações do crude de referência dos EUA – o West Texas Intermediate – e da Europa (Brent do Mar do Norte) subiram mais de 2%, para máximos de meados de 2015, devido a uma explosão num oleoduto na Líbia.
Petróleo em máximos de dois anos e meio com explosão em oleoduto na Líbia
DR
Carla Pedro 26 de dezembro de 2017 às 21:35

Uma explosão num oleoduto na Líbia catapultou esta terça-feira as cotações do petróleo nos Estados Unidos e na Europa para máximos de dois anos e meio.

 

O West Texas Intermediate somou 2,4% para 59,88 dólares por barril no mercado nova-iorquino, valor que não atingia desde finais de Junho de 2015.

 

Em Londres, o Brent do Mar do Norte, que serve de referência às importações europeias, subiu 2,31% para 66,76 dólares por barril. Desde finais de Maio de 2015 que não atingia este patamar.

 

A contribuir esteve uma explosão num oleoduto líbio que alimenta o porto de Es Sider, comentou à Reuters uma fonte do sector naquele país.

 

Uma fonte militar líbia explicou que homens armados tinham colocado explosivos no oleoduto.

 

Esta explosão veio reduzir a produção petrolífera da Líbia em cerca de 90.000 barris de crude por dia, segundo fontes militares e do sector energético. No entanto, a National Oil Corporation (NOC), petrolífera estatal da Líbia, referiu em comunicado que o corte na produção do país deverá ser um pouco menor, ascendendo a 70.000 barris diários.

 

A produção de petróleo da Líbia tem estado a retomar nos últimos meses, depois de ter estado suspensa devido a anos de conflitos e perturbações nas zonas de extracção.

 

A travar uma maior euforia dos preços do petróleo esteve a iminente reabertura de um oledoduto no Mar do Norte muito importante para o mercado, pois transporta cerca de 450.000 barris por dia de crude do campo britânico Forties, que é um crude de qualidade superior caracterizado pela baixa densidade e baixo teor de enxofre.

 

Este oleoduto fechou para reparações no passado dia 11 de Dezembro e está já a ser testado, prevendo-se que possa retomar o seu pleno funcionamento no início de Janeiro, disse um operador à Bloomberg.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub