Bolsa Pharol regista maior ciclo de ganhos desde 2013

Pharol regista maior ciclo de ganhos desde 2013

As acções da Pharol estão a subir há oito dias. Há mais de quatro anos que isto não acontecia. Neste período, a subida das acções é superior a 32%.
Pharol regista maior ciclo de ganhos desde 2013
Miguel Baltazar
Sara Antunes 17 de outubro de 2017 às 12:14

A Pharol está a subir 3,52% para 0,50 euros, elevando para oito o número de dias consecutivos de ganhos. Este é o maior ciclo de subidas consecutivos para a empresa liderada por Palha da Silva desde Janeiro de 2013, período em que valorizou durante nove dias.

 

E as subidas recentes têm sido significativas. Em oito dias, os títulos acumulam um ganho de 32,3%, elevando para 140,6% a subida desde o início do ano.

 

As acções da Pharol negoceiam assim em máximos de 22 de Junho de 2015, a beneficiar dos ganhos recentes. Ganhos esses que têm sido acompanhados por volumes elevados. Só esta terça-feira, numa altura em que decorreu menos de metade da sessão, já trocaram de mãos mais de sete milhões de títulos quando a média diária dos últimos seis meses é de 5,6 milhões. E nas últimas quatro sessões a liquidez superou sempre os 10 milhões de acções.

 

Esta subida das acções da Pharol está relacionada com os desenvolvimentos em torno da Oi, operadora de telecomunicações brasileira detida em mais de 20% pela portuguesa, que apresentou um novo plano de recuperação judicial.

 

O novo plano de recuperação judicial da Oi prevê a injecção de 9 mil milhões de reais na operadora e uma menor participação no capital da operadora dos detentores de dívida, incluindo os obrigacionistas da PTIF.

 

E apesar do plano já ter recebido críticas dos maiores credores, que têm obrigações superiores a 6,4 mil milhões de dólares, as acções continuam a reflectir algum entusiasmo com o plano.

 

As acções da Oi também estão a subir há quatro dias e a negociar em máximos de Junho de 2015, acumulando um ganho superior a 128% desde o início do ano.




pub