Fundos de investimento Pires de Lima junta-se à empresa de private equity Advent International

Pires de Lima junta-se à empresa de private equity Advent International

O antigo ministro da Economia ficará responsável por identificar oportunidades de investimento para a gestora em Portugal.
Pires de Lima junta-se à empresa de private equity Advent International
Miguel Baltazar
Rui Barroso 19 de janeiro de 2017 às 12:23

António Pires de Lima é o novo reforço da empresa de "private equity" Advent International. O antigo ministro da Economia junta-se à empresa como consultor, informou a Advent International em comunicado. Entre as funções de Pires de Lima estará a identificação e avaliação de "oportunidades de investimento no mercado português, bem como no sector de consumo global".

A Advent International refere que o antigo governante integrou o seu programa de "operating partners", que conta com "mais de 70 executivos séniores da indústria que trabalham em sectores específicos como consultores independentes da Advent e dos seus clientes". E detalha que estes consultores geralmente "dão assistência em actividades como encontrar oportunidades de investimento atractivas, efectuar as devidas diligências e criar e sustentar planos para a criação de valor nas empresas clientes da Advent".

No comunicado enviado às redacções, Gonzalo Santos, director-geral da Advent em espanha, referiu que  "António Pires de Lima traz consigo mais de três décadas de experiência no sector do consumo, uma indústria dinâmica em constante evolução que enfrenta vários desafios vindos das novas tendências sociais e de consumo."  

Acrescenta que "o seu conhecimento e experiência profissional será igualmente instrumental para ajudar a Advent a analisar oportunidades de investimento no mercado português onde tem uma vasta rede de contactos profissionais e uma visão apurada da economia e da cultura empresarial." A gestora de "private equity" tem investimentos em 40 países com investimentos de 37 mil milhões de euros.

Recentemente, Pires de Lima entrou na administração da Parfois. Faz parte ainda das administrações da Media Capital e da Fundação de Serralves.




A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Ze Moca 20.01.2017

Mas porque sera' que nao vejo nenhum socialista ocupar um lugar no mundo das altas financas??

comentários mais recentes
Ze Moca 20.01.2017

Mas porque sera' que nao vejo nenhum socialista ocupar um lugar no mundo das altas financas??

Anónimo 19.01.2017

É de admirar o sempre mais votado não aparecer neste artigo.
Mas já se percebeu. Costuma dizer-se o quê?

Anselmo Gomes 19.01.2017

Mais um verdadeiro "artista" cá do burgo.

JCG 19.01.2017

É valente! daqui para a frente vai ser sempre a faturar.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub