Bolsa Presidente da bolsa é um dos ex-gestores da Caixa que não entregou declaração no TC

Presidente da bolsa é um dos ex-gestores da Caixa que não entregou declaração no TC

Já são conhecidos os nomes dos ex-gestores da Caixa que entregaram declaração de património na Caixa e os que não o fizeram. Paulo Rodrigues da Silva transitou do banco público para a presidência da bolsa portuguesa.
Presidente da bolsa é um dos ex-gestores da Caixa que não entregou declaração no TC
Ricardo Castelo
Marta Moitinho Oliveira 16 de março de 2017 às 11:55
O presidente da Euronext, Paulo Rodrigues da Silva, é um dos ex-gestores da Caixa Geral de Depósitos (CGD) que falhou a entrega de declaração de património no Tribunal Constitucional, revela o Público. Os nomes dos ex-administradores do banco público que não entregaram informações no Palácio Ratton ainda não era conhecido. Sabia-se apenas que era cinco os ex-gestores que não tinham cumprido essa obrigação.

Como noticiou o Negócios a 17 de Fevereiro, os cinco ex-gestores que falharam a obrigação de entrega da informação patrimonial são de novo notificados para entregar a declaração. 

Na mesma data, a Euronext confirmou o nome de Paulo Rodrigues da Silva para presidente da bolsa portuguesa. 

As declarações de património dos seis ex-gestores do banco público que ficaram disponíveis para consulta desde quarta-feira revelam que além Paulo Rodrigues da Silva, também Emídio Pinheiro, Henrique Menezes, Herbert Walter e Angel Corcóstegui não entregaram a declaração de património.

Entre os que entregaram a declaração, estão António Domingues, Pedro Leitão, Pedro Norton, Rui Vilar, João Tudela Martins e Tiago Ravara Marques.

Os gestores entraram para a Caixa a 31 de Agosto. No final de Novembro, o ex-presidente António Domingues demitiu-se, na sequência da polémica em torno da entrega da declaração de património no TC. Rui Vilar e João Tudela Martins transitaram para a equipa de Paulo Macedo, que assumiu funções na Caixa a 1 de Fevereiro.





A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
até sentem vergonha Há 2 semanas

Até sentem vergonha do que já roubaram . . .

Quem é o culpado ? Há 2 semanas

Quem conferiu posse antes de cumprir TODOS os requisitos ? O Primeiro Ministro ou o Presidente da República ?

Já devia ter sido demitido Há 2 semanas

Demitido e obrigado a entregar e multado - é assim que se dá o exemplo

yohan ul Há 2 semanas

enquanto os portus estão no desemprego os adm. da cgd, oferecem as melhores colocações aos estrangeiros q. sequer falam a lingua matter in casu o alemão hebert walter e o hispano ratasana angel a. e depois os politicos corruptos e ladrões criam azafanas enter eles para enganarem o povo... é de uma

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub